Você está aqui: Página Inicial / Mundo / 2013 / 08 / Venezuela pode ter financiamento popular para eleições

América do Sul

Venezuela pode ter financiamento popular para eleições

Sistema atual de arrecadação funciona com rifas e atividades partidárias
por Leandra Felipe, da Agência Brasil publicado 17/08/2013 12h15, última modificação 17/08/2013 12h21
Sistema atual de arrecadação funciona com rifas e atividades partidárias
©miguel gutiérrez/efe
nicolas maduro bairro 23 janeiro

Presidente Nicolás Maduro cumprimenta venezuelanos no bairro popular 23 de Janeiro, em Caracas

Bogotá - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou ontem (16) que está trabalhando na criação de um sistema de financiamento para campanhas eleitorais. O anuncio foi feito durante um encontro com candidatos do Grande Pólo Patriótico que disputam as eleições municipais previstas para dezembro.

O GPP é formado pela coalizão de partidos e movimentos sociais que apoiam o governo. Segundo Maduro, o “Sistema Público de Financiamento da Atuação Política para as Campanhas Eleitorais” será mais uma das iniciativas do governo para combater a corrupção no país.

Maduro comentou que a recente campanha presidencial, que o elegeu em abril, foi financiada por meio de um sistema de rifas e diversas atividades organizadas pelo PSUV (Partido Socialista Unidos da Venezuela). “Como financiamos a campanha? Financiamos com o sistema de rifas, com controle estrito, cadernos e declarações de entrada e saída. Estamos reconstruindo o sistema de financiamento popular, transparente legal e prestando contas ao poder eleitoral”, disse.

Maduro voltou a falar sobre o combate à corrupção e lavagem de dinheiro. Esta semana o governo anunciou que pretende fazer uma reforma do Estado para combater a corrupção. “Pedi poderes plenos à Assembleia Nacional para resolver o problema, que considero uma emergência legislativa, institucional e popular”, defendeu.