Você está aqui: Página Inicial / Mundo / 2013 / 04 / Enrico Letta aceita cargo de primeiro-ministro da Itália

Enrico Letta aceita cargo de primeiro-ministro da Itália

por Da Agência Lusa publicado , última modificação 27/04/2013 15h10

Brasília - Após dois dias de negociações, Enrico Letta comunicou hoje (27) ao chefe de Estado italiano, Giorgio Napolitano, que aceita formalmente o cargo de primeiro-ministro. Letta, vice-secretário do Partido Democrata (de esquerda), anunciou a formação de um novo governo na Itália. Angelino Alfano, do partido Povo da Liberdade (PDL), de Silvio Berlusconi, de direita, será o vice-primeiro-ministro.

Alfano assumirá também o cargo de ministro do Interior. Letta anunciou também os nomes de Fabrizio Saccomanni, diretor-geral do Banco de Itália, como ministro da Economia e Finanças, e da ex-comissária europeia Emma Bonino para os Negócios Estrangeiros. É um governo com uma "forte presença feminina" e que toma posse no domingo, disse Letta.

O novo governo será formado por 21 ministros, oito dos quais sem pasta, e inclui nomes das principais forças políticas italianas. "Era o único governo possível e a sua formação não podia esperar", disse Napolitano, que no início da semana, ao tomar posse para um segundo mandato, fez um discurso duro apelando aos partidos para se entenderem e porem fim a dois meses de impasse político.

A coligação entre partidos de esquerda e de direita permitirá ao novo governo italiano ter a confiança das duas câmaras do Parlamento, como prevê a Constituição do país, segundo Napolitano.

Após as eleições de fevereiro, o Partido Democrata ficou com a maioria na Câmara de Deputados, mas não no Senado.

registrado em: ,