Você está aqui: Página Inicial / Mundo / 2013 / 04 / Após dez dias de internação por pneumonia, Nelson Mandela recebe alta

Após dez dias de internação por pneumonia, Nelson Mandela recebe alta

Ex-mandatário terá agora assistência especializada em sua residência
por do OperaMundi publicado , última modificação 06/04/2013 15h02
Ex-mandatário terá agora assistência especializada em sua residência

São Paulo – Nelson Mandela recebeu alta hospitalar hoje (06) após se recuperar de uma grave infecção pulmonar, informou em nota oficial a Presidência sul-africana. O ex-presidente da África do Sul, de 94 anos, ficou internado durante dez dias por conta de uma “grave recaída de pneumonia”.

A alta de Mandela se dá dois dias após sua esposa, Graça Machel, afirmar à imprensa local que o prêmio Nobel da Paz estava "cada vez melhor".

"Nelson Mandela recebeu alta hoje (06) depois de sua condição geral ter melhorado de forma constante e gradual", afirma o comunicado oficial da presidência, dizendo que "o ex-mandatário receberá agora assistência especializada em sua residência".

O atual presidente da África do Sul, Jacob Zuma, felicitou a "equipe médica e o pessoal do hospital", por "ter cuidado de Mandela de forma tão eficiente". Zuma também agradeceu “todos os sul-africanos e amigos da república e todo o mundo pelo apoio recebido".

O motivo da internação de Mandela foi uma "recaída" da pneumonia, problema que acompanha o prêmio Nobel da Paz há um longo tempo. Em dezembro de 2012 e janeiro de 2011, Mandela foi internado também por infecções pulmonares. 

Segundo especialistas, as infecções podem ser sequelas de uma tuberculose que ele contraiu quando estava preso em Robben Island – prisão na qual passou 18 dos 27 anos em que esteve encarcerado durante o regime do apartheid (segregação racial).

Nelson Mandela lutou durante 67 anos contra o regime racista do "apartheid", imposto pela minoria branca da África do Sul até 1994.  Após passar 27 anos na prisão, foi agraciado com o prêmio Nobel da Paz em 1993 e se transformou, um ano depois, no primeiro presidente negro da história da África do Sul.

Mandela foi visto em público pela última vez em julho de 2010, em Joanesburgo, durante a partida final do Mundial de Futebol.

registrado em: