Você está aqui: Página Inicial / Mundo / 2011 / 11 / Senado italiano aprova reformas econômicas

Senado italiano aprova reformas econômicas

por Barry Moody e James Mackenzie publicado 11/11/2011 17h31, última modificação 11/11/2011 20h13 © 2011 THOMSON REUTERS. ALL RIGHTS RESERVED.

Roma – O Senado da Itália aprovou nesta sexta-feira (11) reformas econômicas com o objetivo de reverter o colapso da confiança do mercado, dando início a uma transição que encerrará a era Berlusconi e abrirá caminho para um novo governo de emergência nos próximos dias.

O pacote de medidas de austeridade exigido pela União Europeia irá agora para a Câmara Baixa, que deve aprová-lo neste sábado (12), desencadeando a renúncia do primeiro-ministro Silvio Berlusconi.

O ex-comissário europeu Mario Monti, que pode substituir Berlusconi na segunda-feira (14), foi aplaudido quando tomou seu lugar na Câmara Alta para a votação, depois de ser nomeado Senador vitalício pelo presidente Giorgio Napolitano.

A indicação, transformando Monti de acadêmico em legislador, foi considerada uma confirmação clara de que ele fora pedido para liderar um governo novo para implementar reformas.

Berlusconi, que perdeu maioria durante votação na terça-feira (8), prometeu renunciar depois que a lei de estabilidade financeira fosse aprovada por ambas as Câmaras do Parlamento. O atraso em sua renúncia e a possibilidade de um limbo antes das eleições enervou os mercados.

Com a Itália, terceira maior economia da zona do euro, beirando a perda do controle de sua dívida pública, os mercados financeiros globais entraram em pânico diante das semanas de incertezas políticas, fazendo os juros pagos nos bônus do país atingirem níveis insustentáveis.

Fonte: Reuters