Você está aqui: Página Inicial / Mundo / 2011 / 11 / Farc definem "estrategista" como novo líder, após morte de Alfonso Cano

Farc definem "estrategista" como novo líder, após morte de Alfonso Cano

por Redação da RBA publicado , última modificação 16/11/2011 15h45

Alfonso Cano foi considerado o ideólogo das Farc(Foto: ©EA/MMR/Reuters)

São Paulo - As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) definiram que Rodrigo Londoño, conhecido como Timochenko, é o novo líder da organização. A decisão foi tomada por meio de eleição do secretariado do grupo, formado por sete membros permanentes e dois suplentes. Todos foram favoráveis à escolha.

Cano foi morto há duas semanas pelas Forças Armadas da Colômbia. A operação foi considerada uma das maiores já realizadas contra a guerrilha, deflagrada desde os anos 1960. Timochenko é o mais antigo integrante do secretariado das Farc e é considerado por autoridades colombianas o grande estrategista militar do grupo.

No último dia 5 de novembro, o comando das Farc emitiu comunicado afirmando que a ação dos guerrilheiros será mantida, por representar a "resistência do povo colombiano". A nota foi uma resposta ao teor das declarações do governo do presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, que defendeu a desmobilização do grupo para se alcançar a paz. 

As Farc são acusadas de manter vínculos com o narcotráfico, apontado como fonte de financiamento da organização. O governo colombiano, alinhado ao dos Estados Unidos, qualifica a organização como "terrorista" e descarta negociações de paz. Violações de direitos humanos atribuídos a forças oficiais  contra lideranças populares são denunciadas por movimentos sociais do país.

Com informações da Agência Brasil e OperaMundi

registrado em: , ,