Você está aqui: Página Inicial / Mundo / 2011 / 11 / Berlusconi afirma que só renunciará após votação de medidas de ajuste econômico

Berlusconi afirma que só renunciará após votação de medidas de ajuste econômico

por Redação da RBA publicado , última modificação 08/11/2011 18h05

O primeiro-ministro italiano deve por o cargo à disposição depois de uma resposta rápida aos parceiros europeus (Foto: ©Stringer Italy/ Reuters)

São Paulo – "Primeiro a lei de estabilidade, depois me demito", afirmou o primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, ao presidente Giorgio Napolitano, durante reunião realizada na tarde desta terça-feira (8), segundo o jornal Corriere della Sera. Um encontro "cara a cara", com duração de quase uma hora, marcado depois que o premiê perdeu a maioria absoluta na Câmara.

De acordo com o relato, Berlusconi disse ter plena consciência das implicações do resultado da votação no Parlamento, mas manifestou a necessidade de dar uma rápida resposta aos parceiros europeus, com a aprovação de medidas de ajuste aguardadas pela União Europeia.

"Uma vez cumprido esse trâmite, o chefe de governo porá seu cargo à disposição do chefe de Estado, que procederá às consultas habituais (para formar um novo governo), dando máxima atenção às posições e propostas de cada força política", diz nota oficial da Presidência da República.