Você está aqui: Página Inicial / Mundo / 2011 / 09 / Angela Merkel e aliados são derrotados em Berlim

Angela Merkel e aliados são derrotados em Berlim

por Erik Kirschbaum e Stephen Brown publicado , última modificação 18/09/2011 17h08

Berlim - O Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD, na sigla em alemão) derrotou os conservadores de Angela Merkel em uma eleição regional em Berlim, neste domingo. Foi a sexta derrota neste ano da chanceler, pouco antes da importante votação da zona do euro no Parlamento, que ocorre em duas semanas.

A coalizão de centro-direita de Merkel sofreu um revés ainda pior, porque seus aliados da coalizão a nível nacional, o Partido Democrático Liberal (FDP, na sigla em alemão), não conseguiram alcançar os cinco por cento necessários para obterem assentos, pela quinta vez este ano.

O FDP, que tinha tentado atrair eleitores em Berlim com a suas táticas cada vez mais céticas sobre as questões da zona do euro, caiu para 2 por cento em relação aos 7,6 por cento de 2006, mostraram pesquisas de boca de urna.

Essa queda pode desestabilizar a coalizão de centro-direita de Merkel, segundo analistas. A chanceler alemã, que vem sendo criticada por sua liderança hesitante na crise zona do euro, está na metade de seu mandato de quatro anos. Mas as derrotas eleitorais de seu partido, o União Democrata-Cristã (CDU, em alemão), prejudicaram sua posição antes da votação sobre as medidas da zona do euro no Parlamento, em 29 de setembro.

"Vamos ser sábios e demonstar humildade com este resultado" disse o visivelmente atordoado vice-líder do FDP, Christian Lindner. "É um momento difícil, mas também um alerta. Sabíamos que ia ser um ano difícil e isso foi evidentemente confirmado."

O SPD conquistou 29,5 por cento dos votos em Berlim, menos que os 30,8 por cento de 2006, na maior cidade da Alemanha, que tem 3,4 milhões de habitantes, de acordo com uma pesquisa do canal de televisão ARD. O presidente do SPD, Klaus Wowereit, deverá vencer as eleições para seu terceiro mandato de cinco anos, com o Partido Verde como seu parceiro de coligação mais provável. 

"A melhor parte do resultado desta noite é que os eleitores mostraram que o FDP não vai chegar a lugar nenhum com ataques populistas contra a Europa", disse o líder do SPD, Sigmar Gabriel, comemorando a sexta vitória do seu partido de centro-esquerda em sete eleições regionais neste ano.

"Isso mostra que os eleitores são mais inteligentes do que os estrategistas de campanha do FDP e que não se pode vencer uma eleição fazendo campanha contra a Europa. O FDP tentou e fracassou."

A CDU obteve 23,5 por cento dos votos, ligeiramente acima dos 21,3 por cento em 2006, mas bem abaixo dos 40 por cento que o partido costumava obter em Berlim nas décadas de 1980 e 1990. Os Verdes ficaram com 18 por cento, acima dos 13,1 por cento em 2006, e o partido A Esquerda caiu para 11,5 por cento, ante 13,4 por cento.

© 2011 THOMSON REUTERS. ALL RIGHTS RESERVED.