Você está aqui: Página Inicial / Mundo / 2009 / 11 / EUA cortam 190 mil vagas e desemprego atinge 10,2%

EUA cortam 190 mil vagas e desemprego atinge 10,2%

por Lucia Mutikani publicado , última modificação 06/11/2009 14h50 © Thomson Reuters 2009. All rights reserved.

Washington- Os empregadores norte-americanos cortaram 190 mil vagas em outubro, mais que o esperado, e a taxa de desemprego no país atingiu 10,2%, a mais alta em 26 anos e meio.

O Departamento de Trabalho informou nesta sexta-feira (6) que a taxa de desemprego no mês passado foi a maior desde abril de 1983.

O governo revisou os dados de agosto e setembro, que agora mostram 91 mil demissões a menos que o divulgado inicialmente.

Analistas ouvidos pela Reuters esperavam 175 mil demissões em outubro, com a taxa de desemprego subindo para 9,9% ante 9,8% em setembro.

O mercado de trabalho está sendo monitorado de perto, em busca de sinais sobre se a recuperação econômica iniciada no terceiro trimestre pode se sustentar sem apoio do governo. A economia cresceu a uma taxa anualizada de 3,5 por cento de julho a setembro, provavelmente encerrando a pior recessão em 70 anos.

Os postos de trabalho no país encolheram por 22 meses consecutivos, tirando 7,3 milhões de pessoas do mercado desde dezembro de 2007.

Mas o ritmo de demissões tem desacelerado significativamente recentemente.

O setor manufatureiro perdeu 61 mil empregos no mês passado, enquanto a indústria de construção cortou 62 mil postos. O setor de serviços cortou 61 mil vagas em outubro e a indústria de produção de bens reduziu 129 mil postos. Serviços ligados a educação e saúde adicionaram 45 mil vagas, enquanto o emprego no governo ficou estável.

Fonte: Reuters

 

registrado em: ,