Home Esportes Nova Zelândia terá igualdade salarial em seleções de futebol masculina e feminina
contra a desigualdade

Nova Zelândia terá igualdade salarial em seleções de futebol masculina e feminina

Acordo firma paridade em termos salariais, prêmios e direitos de imagem, além de condições iguais nos deslocamentos para competições
Publicado por Redação RBA
15:48
Compartilhar:   
New Zealand Football
Nova Zelândia

Seleção feminina da Nova Zelândia é 21ª no ranking da Fifa

São Paulo – A Federação Neozelandesa de Futebol e a Associação de Profissionais do Futebol da Nova Zelândia anunciaram nesta terça-feira (8) um acordo por igualdade salarial e de condições entre as seleções masculina e feminina da modalidade. Em um comunicado divulgado em sua página na internet, a federação explicou que o acordo garante igualdade em termos salariais, prêmios e direitos de imagem. As mulheres também terão direito às mesmas condições de deslocamento, não viajando mais em voos da classe econômica que durarem seis horas ou mais, fazendo jus ao mesmo tratamento concedido aos homens.

O diretor executivo da entidade, Andy Martin, comentou que as atletas da seleção neozelandesa são “um exemplo para as 30 mil jogadoras do país”. O ex-jogador Harry Ngata, que agora dirige o sindicato de jogadores de futebol, indicou que conseguir “a igualdade de gênero” era um dos propósitos de todos os atletas. “Esta é a primeira vez que se chega a um acordo desse tipo e esperamos que estimule outras organizações a adotar medida similar”, destacou.

A jogadora da seleção Sarah Gregorious disse se tratar de um importante reconhecimento do esforço das mulheres na promoção da modalidade no país. “Não importa quem você é, a qual gênero pertença, quando veste uma camisa de futebol representando a Nova Zelândia tem direito ao mesmo tratamento e respeito, não importa o que aconteça.”

A seleção feminina neozelandesa é atualmente a 21ª colocada no ranking da Fifa, e participou de quatro das sete edições da Copa do Mundo da modalidade em 1991, 2007, 2011 e 2015. Já o time masculino ocupa o 122º posto e esteve em dois Mundiais, 1982 e 2010.

Com informações do 20minutos.es