Home Esportes Com gol relâmpago, seleção brasileira faz 4 a 0 na Austrália
Goleada do Brasil

Com gol relâmpago, seleção brasileira faz 4 a 0 na Austrália

Após marcar aos 10 segundos de jogo, equipe superou donos da casa com ótima atuação no segundo tempo
Publicado por Redação RBA
09:10
Compartilhar:   
Lucas Figueiredo/CBF
Diego Souza comemora gol do Brasil

Diego Souza marcou logo aos 10 segundos de jogo

São Paulo – O Brasil goleou a Austrália por 4 a 0, na manhã desta terça-feira (13), em amistoso realizado em Melbourne. Diego Souza, duas vezes, Thiago Silva e Taison marcaram. Mais uma vez, o amistoso não teve transmissão da Globo.

A seleção entrou em campo com uma equipe bem modificada em relação à formação que enfrentou a Argentina na última sexta-feira (9). Foram oito mudanças promovidas por Tite, com a entrada de Diego Alves no gol, Rafinha na lateral direita, Rodrigo Caio na zaga e Alex Sandro pela lateral esquerda; David Luiz atuando como volante, Giuliano, Douglas Costa e Diego Souza na frente. Já a Austrália trocou totalmente sua equipe titular que enfrentou, pelas eliminatórias da Copa da Rússia, a Arábia Saudita na última quinta-feira (8).

O gol do Brasil saiu logo aos 10 segundos de partida. Giuliano interceptou tentativa de passe da defesa australiana e avançou, passando para Diego Souza. O atacante do Sport chutou rasteiro no canto direito do goleiro Langerak.

Mas o que parecia uma partida fácil se mostrou bem mais dura do que sugeria o começo do jogo. Durante quase todo o primeiro tempo, o time da casa exerceu uma forte marcação no próprio campo brasileiro, dificultando a saída de bola. Mesmo com eventuais erros de passe do sistema defensivo, os australianos não chegaram a ameaçar o gol de Diego Alves. O Brasil também praticamente não chegou mais à meta adversária até o intervalo.

Na etapa final, o time de Tite voltou buscando marcar mais os rivais em sua defesa, promovendo seis mudanças ao longo dos últimos 45 minutos. Com mais movimentação ofensiva, o segundo gol saiu em um lance de escanteio, aos 16. Philippe Coutinho cobrou pelo lado direito, David Luiz cabeceou e acertou o travessão. Na sobra, Thiago Silva superou a defesa australiana e marcou.

A partir dali, a seleção dominou amplamente a partida. Sem conseguir exercer a mesma marcação forte do primeiro tempo, a Austrália tentou sair mais para o jogo, dando espaços ao ataque brasileiro. As chances começaram a surgir e, aos 30, após bela jogada coletiva, Paulinho passou de calcanhar para Taison, que havia entrado no lugar de Douglas Costas, fazer o terceiro.

O Brasil ainda criou e desperdiçou mais oportunidades, duas delas com Willian, que substituiu Philippe Coutinho. Aos 48, Diego Souza coroou sua boa atuação, na função de atacante mais centralizado, com um gol de cabeça após cobrança de escanteio.

Retrospecto e próximos jogos do Brasil

Com a vitória, o Brasil mantém seu retrospecto favorável contra a Austrália. Agora, são oito jogos, com seis vitórias brasileiras, um empate e um triunfo australiano, conquistado em 2001 na Copa das Confederações.

A seleção brasileira volta a campo no dia 31 de agosto, pelas eliminatórias da Copa do Mundo, contra o Equador, em Porto Alegre. Em 5 de setembro, viaja para a Colômbia e enfrenta os donos da casa, atuais segundos colocados nas eliminatórias da América do Sul. Já a Austrália duela com a Alemanha na próxima segunda-feira (19), pela Copa das Confederações, na Rússia.

Apesar de ser da Oceania, a Austrália disputa as eliminatórias asiáticas, ocupando hoje a terceira posição do grupo 2, com 16 pontos, mesma pontuação da segunda colocada, Arábia Saudita, e do líder Japão, que tem um jogo a menos. Apenas os dois primeiros garantem vaga para o Mundial da Rússia, e os terceiros colocados dos grupos 1 e 2 se enfrentam, com o vencedor enfrentando o quinto da Concacaf (que reúne América do Norte e Central) na repescagem.