Você está aqui: Página Inicial / Esportes / 2015 / 07 / Para Arthur Zanetti, investimento no esporte garante resultados do Pan

colhendo frutos

Para Arthur Zanetti, investimento no esporte garante resultados do Pan

Vencedor de medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, ginasta diz que o bom resultado brasileiro reflete o caminho certo para desenvolver o potencial dos atletas
por Redação RBA publicado 22/07/2015 12h08, última modificação 22/07/2015 12h09
Vencedor de medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, ginasta diz que o bom resultado brasileiro reflete o caminho certo para desenvolver o potencial dos atletas
Ricardo Bufolin/CBG
Arthur Zanetti

Zanetti afirma que o nível do Brasil na competição aumentou em relação aos anos anteriores

São Paulo – O ginasta especialista em argolas Arthur Zanetti afirmou em entrevista à Rádio Brasil Atual que o bom resultado do Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, em terceiro lugar no quadro de medalhas, são motivados pela alto investimento que o esporte olímpico está recebendo. “É algo que está se tornando uma realidade. Estamos no caminho certo.”

O campeão olímpico e mundial analisa o cenário atual como positivo, e a injeção de dinheiro trará bons resultados para as Olimpíadas no Rio de Janeiro, além de abrir portas para novos atletas. “Esse investimento aumentou bastante de alguns anos para cá, e com isso os resultados melhoraram. O atleta de hoje vai pular mais à frente do que quando eu comecei, então, podem trazer o mesmo resultado ou até melhor.”

Vencedor da medalha de ouro no Pan deste ano, Arthur diz que o nível da competição aumentou em relação aos ciclos anteriores. “Foi um desafio maior por ser uma competição mais difícil do que nos outros anos, deu para ver quando as notas de todos os adversários estavam altas. O aumento do nível técnico faz com que a gente treine mais e fique mais concentrado para a competição para conseguir o melhor resultado.”

Para ele, a pressão de disputar o Pan-Americano é a mesma dos Jogos Olímpicos. “Eu encaro da mesma forma. Eu entrei na competição tranquilo para fazer a minha parte e prestar atenção no meu corpo na hora da série, mas quando você comemora é quando aparece a adrenalina.”

Ouça a entrevista completa à Rádio Brasil Atual: