Você está aqui: Página Inicial / Esportes / 2011 / 04 / Ao empossar secretário do PCdoB, Kassab se diz otimista sobre Itaquerão

Ao empossar secretário do PCdoB, Kassab se diz otimista sobre Itaquerão

por Redação da RBA publicado , última modificação 25/04/2011 15h21

São Paulo – O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (ex-DEM, rumo ao PSD), respondeu a críticas do ministro do Esporte, Orlando Silva, sobre as indefinições a respeito da construção do estádio do Corinthians em Itaquera para a abertura da Copa do Mundo de 2014. Durante a posse de Gilmar Tadeu Alves (PCdoB) na recém-criada Secretaria Especial de Articulação para o Mundial, Kassab afirmou estar tranquilo e otimista sobre prazos.

"Compreendemos a ansiedade e a expectativa do ministro, mas estamos muito otimistas e muito tranquilos", disse no evento. Kassab afirmou que não entendeu a declaração de Orlando Silva como uma crítica, mas uma "preocupação". O ministro, que também é do PCdoB, havia declarado que a Copa das Confederações – em julho de 2013 – não poderia ser realizada na capital paulista.

Sobre prazos, o prefeito lembrou ainda que só será possível ter certeza sobre datas de entrega das obras do Itaquerão em meados de 2013, para quando está previsto o início das obras. "Vamos aguardar o início das obras do estádio do Corinthians para termos a certeza do calendário", afirmou. Ele voltou a rechaçar a possibilidade de investir dinheiro público no estádio corintiano.

Além da abertura da Copa, São Paulo deseja ainda ser o centro de imprensa e sediar o Congresso da Fifa, que define o local do mundial de 2022. Kassab garantiu que o Itaquerão é a única opção da cidade para receber as partidas.

Gilmar Tadeu mostrou sintonia com o prefeito. "O nosso esforço é que o estádio seja construído o mais rápido possível", disse. A posse consolida a aliança do PCdoB com a gestão Kassab. Além de expoentes do diretório dos comunistas em São Paulo, Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, prestigiou o evento.