Você está aqui: Página Inicial / Cultura / 2017 / 12 / Sem comida, mas com muito sabor musical

Toca de tudo

Sem comida, mas com muito sabor musical

Colibri Vitta, produtor do programa "Hora do Rango", da Rádio Brasil Atual, ganha prêmio da APCA. "A diversidade musical brasileira é absurda", exalta
por Redação RBA publicado 15/12/2017 14h15, última modificação 15/12/2017 16h45
Colibri Vitta, produtor do programa "Hora do Rango", da Rádio Brasil Atual, ganha prêmio da APCA. "A diversidade musical brasileira é absurda", exalta

São Paulo – No "velho e bom" estilo de música ao vivo, Hora do Rango, da Rádio Brasil Atual, é um programa que toca e deixa tocar, refletindo a variedade cultural do país. "A diversidade musical brasileira é absurda, e isso as rádios não tocam, é monocultura musical", diz o apresentador, Oswaldo Luiz Colibri Vitta, que acaba de ganhar o aguardado prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) como produtor musical. A entrega será em 2018.

Colibri define Hora do Rango como um "programa transparente e que incentiva a cultura brasileira". Não tem muito segredo: é deixar os convidados à vontade, para falar e cantar. "Você vê pelo olhar dos músicos que vêm aqui." E vai gente de todos os estilos, de Odair José a Filipe Catto, de As Bahias e a Cozinha Mineira a Zé Geraldo, passando por gente como Mônica Salmaso, Renato Braz, Fabiana Cozza. Alguns certamente menos divulgados pela mídia comercial, mas com trabalho para mostrar – e o ouvinte pode ouvir o disco inteiro.

Foi ali, por exemplo, que Jerry Adriani deu a sua última entrevista (ele morreu em abril). Chico César tocou no estúdio em primeira mão a música que fez em homenagem aos estudantes secundaristas, Mano Brown lançou disco e o jornalista Jotabê Medeiros antecipou trechos de sua biografia sobre Belchior, lançada neste ano. O programa completou 300 edições em setembro e, segundo Colibri, tem tido cada vez mais participação dos ouvintes, via WhatsApp ou pelo Facebook (confira abaixo como participar).

O produtor conta que sempre gostou de programas nesse horário e cita Almoço com as Estrelas, que durante duas décadas fez história na extinta TV Tupi. É verdade que, apesar do nome, não tem comida – no máximo um pão de queijo –, mas o cardápio é farto em música e cultura. E como o trabalho é coletivo, ele destaca o time: Emerson Ramos (locução), Guilherme Lopes e Michel Lopes (operação de áudio) e Nelson Calura (coordenação).

Parte das gravações de Hora do Rango acaba entrando durante a programação da RBA. E o programa já deu "filhotes", como um dedicado exclusivamente ao rap. Para Colibri, é uma demonstração de que sempre existe espaço para tocar boa música. E sem o famoso "jabá", expediente comum em muitas emissoras. "A qualidade é o que vale", diz, já se preparando para receber o convidado desta sexta-feira (15), o cantor Pingo de Fortaleza. 

 

Hora do Rango
De segunda a sexta, das 12h às 14h, com reprises no fim de semana
Rádio Brasil Atual (98,9  FM)
Participação do ouvinte via WhatsApp: 11 96893-7672
www.facebook.com/radiobrasilatual
https://soundcloud.com/redebrasilatual/sets/hora-do-rango