Você está aqui: Página Inicial / Cultura / 2014 / 10 / Espaço Parlapatões debate a função social da arte

Grátis

Espaço Parlapatões debate a função social da arte

Até 11 de novembro, primeira temporada de 'Estamos com fome de...' promove leituras de textos de teatro e de roteiros de cinema com participação aberta ao público
por Redação RBA publicado 28/10/2014 10h36
Até 11 de novembro, primeira temporada de 'Estamos com fome de...' promove leituras de textos de teatro e de roteiros de cinema com participação aberta ao público
Divulgação/Espaço Parlapatões
Parlapatões

Atividades visam saciar a fome de dramaturgia, cinematografia, dança, poesia e outras linguagens artísticas

O espaço cultural do grupo de teatro Parlapatões promove uma série de leituras dramáticas e debates com o evento Estamos com Fome de... Divididas em várias temporadas, as atividades “visam saciar a fome de dramaturgia, composição musical, cinematografia, cenografia, dança, poesia, enfim, das diversas linguagens artísticas”, anuncia o grupo, que também discutirá a função social da arte.

A primeira temporada tem programação às terças-feiras, às 15h, com um ciclo de leituras dramáticas seguidas de debate destinados à artistas e ao público em geral. Devem participar membros e colaboradores do Espaço Parlapatões com o objetivo de instrumentalizar a construção de processos criativos.

Segundo o curador do evento, Eduardo Carvalho, Estamos com Fome de... é uma espécie de provocação: “A gente tem sentido falta de atividades no teatro que dêem vazão à essas questões, mas fica sempre no aguardo da saída de Fomento, de algum tipo de incentivo. O Parlapatões acabou ficando com fama de que está bem de vida, o que não é necessariamente verdade. Então, isso é uma coisa meio provocativa para mostrar que nós temos espaço vago, horário vago, muita gente talentosa pronta para fazer esse tipo de atividade. No entanto, ou a gente se vira por conta própria e faz isso voluntariamente, ou não rola. Por isso, a gente decidiu fazer voluntariamente porque não tem recurso mesmo.”

Além da provocação, a intenção é abrir espaços para refletir sobre a função social da arte. “[O objetivo] é dar à ela muito mais do que o aspecto de mero espetáculo e contextualizá-la como um instrumento transformador, que funciona tanto na vertente da educação, no sentido de trazer informação e reflexão para quem está em contato com a arte, quanto no sentido de trazer o necessário incômodo para que, a partir disso, se criem transformações de cunho social”, afirma Carvalho.

Estamos com Fome de... terças-feiras, das 15h às 17h no Espaço Parlapatões, localizado na Praça Roosevelt.

Estamos com Fome de...
- 28 de outubro, às 15h
Leitura de Uma Vida Como Keith Richards, de Alberto Giraldelli (jornalista, ator, tradutor e dramaturgo; autor de O Beijo, entre outros. Com Mônica Grando, Flávio Guarnieri e convidados
- 4 de novembro, às 15h
Leitura de Paredes Nuas, novo roteiro do cineasta Ugo Giorgetti. Com Lavínia Pannunzio, Ugo Giorgetti e elenco do filme
- 11 de novembro, às 15h
Leitura de Morta numa Vala, de Fausto Paravidino (dramaturgo, roteirista, diretor italiano, autor de A Rua do Anjo e Francesco. Com Ângela Figueiredo e convidados
Onde: Espaço Parlapatões
Praça Franklin Roosevelt, 158, Centro, São Paulo (SP)
Duração: 120 minutos
Classificação: 12 anos
Quanto: grátis
Mais informações: (11) 3258 4449

registrado em: