Home Eleições 2018 Ibope aponta empate em São Paulo. Zema e Witzel disparados em Minas e Rio
Eleições 2018

Ibope aponta empate em São Paulo. Zema e Witzel disparados em Minas e Rio

Pesquisas também mostraram intenção de voto no Distrito Federal, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte
Publicado por Redação RBA
20:07
Compartilhar:   
França e Doria

Doria aparece com 52% dos votos válidos (32% de rejeição) e França com 48% (20% de rejeição)

São Paulo – Pesquisas divulgadas na noite desta quarta-feira (17) pelo Ibope aponta empate técnico na disputa pelo governo de São Paulo. Nos outros dois maiores colégios eleitorais do país, Rio de Janeiro e Minas Gerais, candidatos “novatos” mostram larga vantagem, assim como no Distrito Federal. O instituto divulgou ainda levantamentos para o Rio Grande do Sul e o Rio Grande do Norte.

Em São Paulo, o ex-prefeito João Doria (PSDB) aparece com 52% dos votos válidos, que excluem brancos e nulos, enquanto o atual governador, Marcio França (PSB), tem 48%. Considerados os votos totais, o tucano tem 46% e o pessebista, 42%. Outros 10% votariam em branco ou nulos, e 2% não sabem. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.

A rejeição é maior para Doria: 32% dos entrevistados disseram que não votariam nele de jeito nenhum. O percentual cai para 20% no caso de França.

Segundo o instituto, foram ouvidos 1.512 eleitores em 79 municípios, de segunda-feira até hoje. A pesquisa, com margem de confiança de 95%, foi contratada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Rio

No Rio de Janeiro, o ex-juiz Wilson Witzel (PSC) lidera com 60% dos válidos. O ex-prefeito Eduardo Paes (DEM) tem 40%. 

Dos votos totais, Witzel soma 51%, enquanto Paes aparece com 34%. Em branco ou nulos são 9%, enquanto 5% não sabem.

A rejeição é bem maior em relação a Paes: 48% disseram que não votariam nele. Para Witzel, são 18%. 

O Ibope informou que no Rio também foram ouvidos 1.512 eleitores, em 43 municípios, com margem de erro de 3 pontos. A pesquisa foi contratada pela TV Globo e pela Editora Globo, que publica o jornal.

      • Minas

        Em Minas Gerais, o empresário Romeu Zema (Novo) aparece bem à frente, com 66% dos votos válidos. O senador e ex-governador Antonio Anastasia (PSDB) tem 34%.

      • Do total de votos, Zema tem 57% e Anastasia, 29%. São 8% de votos em branco ou nulos, e 6% que declararam não saber. 

        O tucano tem rejeição de 41% e seu adversário, de 13%.

    Também foram entrevistados 1.512 eleitores, em 94 municípios. A margem de erro é de 3 pontos. A TV Globo contratou a pesquisa.

      • Rio Grande do Sul

    O ex-prefeito de Pelotas Eduardo Leite (PSDB) tem 59% dos votos válidos no Rio Grande do Sul, segundo o Ibope. O governador José Ivo Sartori (MDB) fica com 41% dos válidos. No total, vantagem de 52% a 36% para o tucano, com 8% de votos em branco ou nulos e 4% que não sabem.

    A rejeição de Sartori é três vezes maior: 36% a 12%.

  • Segundo o instituto, foram entrevistados 1.008 eleitores em 63 municípios, de sábado (14) até ontem (16).  A margem de erro é de 3 pontos. A pesquisa foi contratada pela RBS Participações, que edita o jornal Zero Hora.

      • Rio Grande do Norte

    A situação é um pouco mais equilibrada no Rio Grande do Norte, onde a senadora Fátima Bezerra (PT), única mulher a concorrer no segundo turno, lidera com 54% dos votos válidos, ante 46% do ex-prefeito Carlos Eduardo (PDT). Considerado o total de votos, Fátima tem 48% e Eduardo, 42%, no limite da margem de erro, que é de 3 pontos. Os votos em branco e nulos somam 8%, e 2% não sabem.

    • O índice de rejeição é quase o mesmo: 33% para a petista e 31% para o pedetista. 

      O Ibope ouviu 812 pessoas em 40 cidades, de sábado até ontem. O instituto foi contratado pela InterTV Costa Branca, afiliada da Globo.

      Distrito Federal 

      A maior vantagem apurada pelo Ibope foi na capital federal, onde o advogado Ibaneis Rocha (MDB), ex-presidente da OAB local, tem 75% dos válidos, contra apenas 25% do governador Rodrigo Rollemberg (PSB).

      Do total, Ibaneis está com 68% e Rollemberg, com 23%. A pesquisa aponta ainda 6% de votos em branco e nulos, enquanto 3% não sabem.

      A rejeição a Ibaneis é de 14%. A Rollemberg, de 59%. 

      Foram entrevistados 1.204 eleitores, de sábado até ontem. A pesquisa foi contratada pela TV Globo.

  •