#ADIAENEM

Senadores são otimistas quanto à aprovação do projeto que adia o Enem

PL entra em pauta no Senado na tarde desta terça (19). Líderes do Legislativo concordam com a suspensão do exame durante a pandemia e devem pressionar governo Bolsonaro

Waldemir Barreto/ Agência Senado
Relator do PL 1.277/2020 disse que a proposta deve ser aprovada sem dificuldades

São Paulo – O Projeto de Lei (PL) 1.277/2020, que adia a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), pode ser votado na tarde desta terça-feira (19) pelos senadores. A proposta está na pauta da sessão deliberativa remota, de acordo com a Agência Senado. E a expectativa é de aprovação do PL. 

Reportagem do jornal Valor Econômico afirma que os líderes do Legislativo costuraram um acordo em favor da suspensão de provas e exames como o Enem. Segundo os parlamentares, a interrupção das aulas presenciais, neste momento de calamidade pública, prejudica a preparação de muitos estudantes. 

O receio de que a manutenção da prova aprofundasse as desigualdades também provocou uma mobilização nacional entre estudantes e na sociedade como um todo, com protestos na última sexta (15). Ainda assim, o presidente Jair Bolsonaro e o seu ministro da Educação, Abraham Weintraub, resistem ao adiamento.

Parlamentares apresentaram, contudo, diversos projetos suspendendo a aplicação da prova. E, nesta terça, a proposta da senadora Daniella Ribeira (PP-AL) entra em votação, prevendo a prorrogação automática do Enem e de outros exames para o acesso ao ensino superior. Segundo a Agência Senado, o relator da matéria, Izalci Lucas (PSDB-DF), disse estar confiante de que o PL será aprovado sem dificuldades.

O líder da minoria na Casa, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), adiantou que seu voto será favorável ao projeto de lei. Além dos senadores, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) e o Tribunal de Contas da União (TCU) também se manifestaram a favor da prorrogação da prova.