Home Educação Gestão Doria faz cortes em ‘Escola da Família’ e reduz bolsas de estudos
desmonte

Gestão Doria faz cortes em ‘Escola da Família’ e reduz bolsas de estudos

Dos 10 mil universitários que atuavam no programa e, em troca, ganhavam benefício de R$ 500 para custear ensino superior, apenas 5.360 terão manutenção da bolsa
Publicado por Redação RBA
11:33
Compartilhar:   
EBC
Bolsas Escola da Família

“Um corte sem colocar nada no lugar” afirma a deputada estadual Bebel (PT) em entrevista à Rádio Brasil Atual

São Paulo – Ao menos 4.640 estudantes universitários foram cortados do programa Escola da Família, iniciativa do governo estadual de São Paulo. Reportagem do jornal Agora São Paulo aponta que o governador João Doria (PSDB) reduziu em 46,5% o total de 10 mil bolsas de estudos concedidas, no ano passado, aos universitários que faziam parte do programa estadual.

Criado em 2003, o Escola da Família vinha sendo elogiado ao longo desses 15 anos por abrir as portas das instituições aos finais de semana para toda comunidade, integrando pais, alunos e moradores. O programa previa ainda aos universitários, que se dedicavam a supervisionar as atividades nesse período, a concessão de uma bolsa de R$ 500 em universidades particulares conveniadas com o estado a partir do Programa Bolsa Universidade.

Com o anúncio de Doria, a manutenção do incentivo caiu de 10 mil para 5.360 bolsas de estudos. “Um corte sem colocar nada no lugar”, critica a presidenta do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), deputada Maria Izabel Noronha, a Bebel (PT), em entrevista ao jornalista Rafael Garcia, da Rádio Brasil Atual.

Bebel considera que as iniciativas de Doria no sentido de reduzir os investimentos em educação e também na cultura, outra área que vem sendo alvo da gestão tucana, podem criar uma “cadeia de problemas”. Em nota, o diretor de projetos especiais da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), Romero Raposo alega que o orçamento do programa será o mesmo e que a descontinuidade das bolsas de estudo decorre pelas universidades conveniadas não atenderem mais os critérios do programa.

Ouça a entrevista

Você pode conferir a partir de 45:20