Home Educação MPF abre inquérito de improbidade contra o ministro da Educação
Governo autoritário

MPF abre inquérito de improbidade contra o ministro da Educação

Possível ato de improbidade está relacionado com o envio de cartas a escolas com slogan de campanha de Bolsonaro
Publicado por Redação RBA
Educação
Compartilhar:   
Marcelo Camargo/EBC
velez rodriguez

O ministro queria imagens dos alunos durante a leitura da carta. Só não disse para quê

São Paulo – O Ministério Público Federal (MPF) abriu inquérito para investigar possível ato de improbidade administrativa cometido pelo ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez. O caso está relacionado ao envio de cartas às escolas com o slogan de campanha do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Segundo o jornal O Globo, o inquérito foi instaurado na Procuradoria da República do Distrito Federal (PR-DF) pela procuradora regional dos Direitos do Cidadão, Eliana Pires Rocha.  Trata-se de procedimento preparatório que pode evoluir para uma investigação de caráter civil. Não há foro privilegiado para casos de improbidade.

No final de fevereiro, Vélez enviou cartas à comunidade escolar com saudação de “novos tempos” no Brasil, trazendo o slogan da candidatura presidencial “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos!”.

Havia ainda orientação para que os diretores filmassem alunos durante a leitura do ofício, todos em fila, diante da bandeira, enviando depois ao MEC.