Você está aqui: Página Inicial / Educação / 2015 / 10 / No DF, protesto de professores é reprimido com violência pela PM

bala x educação

No DF, protesto de professores é reprimido com violência pela PM

Educadores em greve fecharam via para cobrar cumprimento de acordo de reajuste da categoria, quando foram atacados pela Tropa de Choque
por Redação da RBA publicado 30/10/2015 10h07
Educadores em greve fecharam via para cobrar cumprimento de acordo de reajuste da categoria, quando foram atacados pela Tropa de Choque
reprodução
PM

Professores que pediam cumprimento de acordo de reajuste são duramente reprimidos pela PM do DF

São Paulo – Professores em greve que protestavam ontem (29), em Brasília, pelo pagamento da última parcela do reajuste aprovado em 2013 foram duramente reprimidos pela Polícia Militar do Distrito Federal, comandada pelo governador Rodrigo Rollemberg (PSB).

Para pressionar o governo no cumprimento do acordo, os educadores da rede pública, que estão paralisados desde o último dia 15, fecharam uma das principais vias da capital federal. De acordo com os manifestantes, quando o ato estava terminando, policiais da Tropa de Choque chegaram e retiraram à força as pessoas de dentro dos carros.

O vídeo exibido pela reportagem do Seu Jornal, da TVT, mostra um dos motoristas sendo jogado no chão e imobilizado pelos policiais, que ainda fizeram uso de spray de pimenta, balas de borracha e bomba de efeito moral contra os manifestantes.

Quatro professores foram presos. Na delegacia, os trabalhadores voltaram a protestar contra a truculência da polícia. Por meio de nota, a Polícia Militar do Distrito Federal diz ter feito "uso gradativo da força" para desobstruir a via. Os professores detidos foram liberados.