Preços

Com alta de combustíveis e energia elétrica, ‘prévia’ da inflação sobe

Elevação dos combustíveis fez IPCA-15 subir mais em julho (0,30%). Índice soma 2,13% em 12 meses

Helena Pontes/Agência IBGE Notícias
Com alta de 4,47% em julho, gasolina puxou a inflação para cima

São Paulo – O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) variou 0,30% em julho, bem mais que no mês anterior (0,02%) informou hoje (24) o IBGE. Com isso, agora soma 0,67% no ano e 2,13% no acumulado em 12 meses.

Um dos principais fatores da alta foi a gasolina, que subiu 4,47%, em média, depois de quatro quedas seguidas. O etanol aumentou 4,47% e o óleo diesel, 2,50%. Assim, o grupo Transportes respondeu pela principal alta (1,11%) entre os grupos que compõem o índice, “prévia” da inflação oficial.

Ainda nesse grupo, o subitem metrô subiu 2%, com reajuste nas passagens no Rio de Janeiro. Por outro lado, caíram os preços médios de transporte por aplicativo (-11,98%), passagem aérea (-4,16%, acumulando -48,34% em três meses) e táxi (-0,10%).

Outro item que subiu e teve impacto no resultado mensal foi energia elétrica (1,03%),com aumento de tarifa em seis regiões metropolitanas. A taxa de água e esgoto subiu 0,13%, enquanto o gás encanado caiu 0,08%. Com esses resultados, o grupo Habitação fechou julho com variação de 0,50%.

Tomate cai, carne sobe

Já o grupo Alimentação e Bebidas, que subiu durante quatro meses seguidos, desta vez caiu 0,13%. O IBGE destaca produtos como raízes e legumes (-15,76%), tomate (-22,75%), a batata inglesa (-20,70%), cenoura (-18,60%) e cebola (-7,09%). Entre os itens em alta, leite longa vida (3,61%), arroz (2,58%) e carnes (2,20%). Comer fora de casa subiu menos (0,03%, ante 0,26% em julho).

Entre as áreas pesquisadas, a região metropolitana do Rio de Janeiro teve deflação (-0,07%). As demais registraram altas, chegando a 0,76% na Grande Curitiba e a 0,75% em Salvador (0,19% em São Paulo). No período de 12 meses, o IPCA-15 varia de 1,33% (Brasília) a 2,64% (Fortaleza).

O IPCA e o INPC deste mês serão divulgados em 7 de agosto.


Leia também


Últimas notícias