Em alta

‘Inflação do aluguel’ fecha o ano acima dos 7%, com aumento do preço da carne

Calculado pela FGV, o IGP-M acelerou em dezembro, fechando o ano com resultado próximo ao de 2018

Reprodução
Carnes como alcatra e contrafilé subiram mais de 20% apenas em dezembro, segundo a FGV

São Paulo – O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), fechou o ano com alta de 7,30%, próximo do resultado de 2018 (7,54%) segundo dados divulgados nesta sexta-feira (27). Entre os componentes do indicador, o IPA (preços ao produtor) subiu mais: 9,08%. Já o IPC (consumidor) variou 3,79% no ano e o INCC (custos de construção), 4,13%.

Apenas em dezembro, o IGP-M subiu 2,09%, ante 0,30% no mês anterior e -1,08% em igual mês de 2018. O IPA avançou 2,84% e o IPC, 0,84%, com destaque para o grupo Alimentação, com de 2,36%. Segundo a FGV, o preço das carnes bovinas ao consumidor subiu 18,03% ante 3,76% em novembro – a alcatra teve aumento de 21,55% e o contrafilé, de 22,80%. A carne foi destaque de alta também nos preços ao produtor, subindo 20,37%.

Ainda dentro do IPC, o grupo Transportes foi de 0,21%, em novembro, para 0,91%. A FGV cita o aumento do preço médio da gasolina, de 0,61% para 2,70%, e da passagem aérea, de 3,42% para 10,27%. Habitação caiu 0,42% neste mês, com recuo de 2,96% na tarifa de eletricidade.