Grãos

Em nova estimativa de safra, IBGE volta a projetar recorde em 2015

Previsão é de volume de 205,8 milhões de toneladas, crescimento de 6,7% sobre o ano passado. Conab também prevê produção inédita

Pedro Revillion/ Palácio Piratini (10/07/2013)
safra de graos.jpg

Produção de milho: uma das três culturas que representam 91,9% da produção e 86,1% da área

São Paulo – Em sua sexta estimativa para a safra nacional de grãos, divulgada hoje (9), o IBGE voltou a projetar um volume recorde, desta vez de 205,8 milhões de toneladas, crescimento de 6,7% sobre 2014 (191,9 milhões). A avaliação também supera em 0,7% a feita em maio. Segundo o instituto, a área a ser colhida deve ser de 57,5 milhões de hectares, crescendo 1,9% sobre o ano anterior (56,4 milhões), mas 0,1% menor do que a estimada na última divulgação.

As três principais culturas – arroz, milho e soja – representam 91,9% da produção e 86,1% da área. Na comparação com a safra anterior, a produção cresce 11,6% para a soja, 2% para o milho e 1,9% para o arroz.

A região Centro-Oeste concentra 41,6% da produção estimada, seguida do Sul, com 37,6%. Depois vêm Sudeste (9,1%), Nordeste (8,8%) e Norte (2,9%). De acordo com o IBGE, a safra cresce em todas as regiões: 14,7% no Nordeste, 10,3% no Norte, 9,4% no Sul, 4% no Sudeste e 3,2% no Centro-Oeste.

Entre os, Mato Grosso segue liderando, com participação de 24,1%. É seguido por Paraná (18,4%) e Rio Grande do Sul (16%). Somados, representam 58,5% do total.

Conab

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) também aponta novo recorde na safra nacional de grãos, para 206,3 milhões de toneladas, com crescimento de 6,6% sobre a anterior (2013/2014), segundo levantamento divulgado hoje. A área de plantio das principais culturais sobe 0,8%, para 57,5 milhões de hectares. Segundo a Conab, a produção de soja deve crescer 11,7%, alcançando 96,2 milhões de toneladas.