Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2013 / 02 / Inflação medida pela Fipe em São Paulo registra alta em janeiro

Inflação medida pela Fipe em São Paulo registra alta em janeiro

por Marli Moreira, da Agência Brasil publicado 04/02/2013 12h18, última modificação 04/02/2013 12h18

São Paulo – O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), na cidade de São Paulo, encerrou janeiro em alta de 1,15% ante 0,78%, em dezembro. Cinco dos sete grupos apresentaram acréscimos, com o maior impacto vindo do grupo alimentação (de 1,40%, no encerramento de dezembro de 2012, para 2,11%).

Na comparação com a terceira prévia de janeiro, no entanto, a taxa ficou quase estável (de 2,10% para 2,11%). A segunda maior influência no cálculo inflacionário foi exercida por despesas pessoais (de 2,01%, em dezembro de 2012, para 2,42%), seguida pelo grupo educação que, apesar de ocupar a terceira posição entre os que mais comprimiram o orçamento, teve a maior elevação.

Em dezembro, a taxa desse grupo havia ficado em 0,15% e, em janeiro, avançou para 6,08%, puxada pelo aumento de preços das mensalidades escolares e renovações de matrículas, além da maior demanda por materiais escolares. Na prévia anterior, o grupo educação tinha registrado alta de 4,23%.

No grupo saúde, ocorreu elevação de 0,41% ante 0,24%, em dezembro, e 0,29%, na terceira prévia de janeiro. Em transportes, o IPC apresentou aumento médio de 0,23% ante 0,16%, na terceira prévia e 0,29%, em dezembro.

Os aumentos foram atenuados pela queda de 0,33% em vestuário ante 0,03 em dezembro. No entanto, na comparação com a terceira prévia do mês, há sinais de que está chegando ao fim a temporada de liquidações de verão. Naquele período, os preços tinham caído com mais intensidade (-0,77%).