Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2013 / 02 / Fazenda nega mudar política cambial, mas admite intenção de conter queda do dólar

Fazenda nega mudar política cambial, mas admite intenção de conter queda do dólar

por Daniel Lima, da Agência Brasil publicado 08/02/2013 18h48, última modificação 08/02/2013 18h49

Brasília – O Ministério da Fazenda negou hoje (8) a intenção de mudar os rumos da política cambial. No entanto, o ministério admitiu que continuará a agir para conter a queda do dólar e descartou qualquer contradição entre eventuais medidas para elevar a cotação da moeda norte-americana e a atuação do governo nos últimos anos.

“A política cambial não mudou e não permitiremos a desvalorização especulativa do dólar frente ao real”, disse o ministro Guido Mantega, por meio da assessoria da Fazenda.

Em entrevista publicada hoje pela agência Reuters, o ministro disse que não permitirá que o dólar volte a ser cotado a menos de R$ 1,85, intervindo no mercado se necessário. Entre as medidas que podem ser tomadas, estão a elevação do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para a entrada de divisas no país e a compra direta de dólares no mercado financeiro.

Na mesma entrevista, Mantega avaliou que a atual situação do câmbio, pouco abaixo de R$ 2, traz equilíbrio para exportadores e importadores. Ele negou ainda que o governo tenha permitido que a moeda norte-americana caísse nos últimos dias para conter a inflação.