Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2012 / 12 / Fiesp confirma 2012 negativo, mas já fala em início de recuperação

Fiesp confirma 2012 negativo, mas já fala em início de recuperação

por Redação da RBA publicado 13/12/2012 16h48, última modificação 13/12/2012 17h07

São Paulo – A indústria paulista fechou 8.500 vagas em novembro, segundo informaram hoje (13) a Federação das Indústrias do Estado (Fiesp) e o Centro das Indústrias (Ciesp), que estimam corte de 60 mil empregos este ano, previsão que já foi maior meses atrás (-80 mil). Mesmo assim, o diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon), Paulo Francini, avalia que a pequena queda no mês passado – em comparação a anos anteriores – pode significar um princípio de sinal positivo. “Pode ser um prenúncio de melhoria em 2013, na trajetória de recuperação da indústria de transformação”, comentou. “Os meses que virão a seguir nos confirmarão ou não.”

Em novembro de 2011, foram eliminados 47.500 postos de trabalho. A diferença, em boa parte, está no setor de açúcar e álcool, que naquele mês do ano passado fechou 28 mil vagas, ante 2.407 este ano. “O setor apresentou certa anormalidade (em 2012) porque começou a colheira tardiamente em relação aos mesmos anos anteriores, ou seja, demorou mais tempo do que de costume”, disse Francini.

Este ano, até novembro, a indústria ainda tem saldo positivo, com criação de 13 mil empregos, variação positiva de 0,49% - ante 1,36% em 2011, 7,28% em 2010 e -1,02% em 2009. Com exceção deste último ano, influenciado pela crise internacional, é o pior desempenho desde 2006, quando a pesquisa foi iniciada. O setor de açúcar e álcool tem saldo de 39.181 vagas, enquanto os demais setores eliminaram 26.181, resultando no saldo de 13 mil. Já no período de 12 meses, foram fechados 23,5 mil postos de trabalho, queda de 0,91%.

Das 8.500 vagas a menos no mês passado, o setor de artigos de vestuário fechou 1.517, o de artigos de couro e calçados eliminou 1.319, coque e derivados de petróleo ficou 1.298 a menos e o de equipamentos de informática e produtos eletrônicos, 1.281. Os segmentos com maior quantidade de vagas abertos foram produtos químicos (429) e bebidas (260).

Dos setores pesquisados, 15 tiveram desempenho negativo, três ficaram estáveis e quatro, positivos. Entre as diretorias regionais, foram 22 com resultado negativo, cinco estáveis e nove positivos.