Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2010 / 03 / FGV vê em 2010 maior expansão do uso da capacidade em oito anos

FGV vê em 2010 maior expansão do uso da capacidade em oito anos

por Paula Laier publicado 22/03/2010 14h12, última modificação 22/03/2010 14h14 © Thomson Reuters 2010. All rights reserved.

São Paulo - O uso da capacidade instalada da indústria brasileira deve registrar em 2010 o maior crescimento apurado nos últimos oito anos, conforme sondagem da Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgada nesta segunda-feira (22).

A previsão de expansão de 14,6%, em média, é baseada no planejamento ou em decisões de investimento aprovados pelas empresas consultadas em levantamento realizado nos dois primeiros meses do ano.

Para o intervalo de 2010 a 2012, a pesquisa estima crescimento de 23,8%, acima do percentual calculado para o triênio 2009-2011 (21,2%), mas inferior à projeção divulgada em 2008 (25,1%).

Entre os setores, bens de consumo é destaque em 2010, com expansão média projetada de 16%, a mais favorável dos últimos cinco anos, de acordo com a FGV.

Os setores de bens de capital e bens intermediários vêm a seguir, com previsões médias de 15,4% e 13,8% para este ano, respectivamente.

De acordo com a sondagem, 80% das empresas veem o nível de demanda interna como uma influência positiva para a realização de investimentos em 2010. Para a demanda externa, 40% veem como um componente benigno em 2010.

As condições de financiamento, por sua vez, foram avaliadas como uma influência positiva em 2010 por 42% das empresas, o melhor resultado da série.

A taxa de juros, contudo, foi indicada como influência positiva apenas por 31% do mercado e negativa por 29%. Apesar das opiniões ainda divididas, esta também é a melhor avaliação a respeito desta variável nos últimos quatro anos, de acordo com a FGV.

Fonte: Reuters