Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2010 / 02 / Mantega reafirma que PAC ajudou país a sair mais rápido da crise

Mantega reafirma que PAC ajudou país a sair mais rápido da crise

por Daniel Lima, Mariana Jungmann e Pedro Peduzzi publicado 04/02/2010 13h01, última modificação 04/02/2010 13h04

Brasília - O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) ajudou o país para recuperar-se de forma tão rápida da crise e a ter hoje desenvolvimento sustentável, que poderá perdurar por muito tempo. A avaliação foi feita pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, durante a apresentação do balanço do PAC, no Palácio Itamaraty.

Segundo o ministro, os principais objetivos do programa, estabelecidos em 2007, estão sendo cumpridos, como elevar o crescimento da economia a outro patamar. Para ele, o que está acontecendo é um "descolamento" do crescimento do Brasil em relação a outros países “graças a tudo que foi feito”.

“O PIB brasileiro vem crescendo a patamares cada vez maiores. Se não fosse a crise internacional de 2008, nós teríamos tido um crescimento maior em 2008 e 2009, porém, graças às condições que foram implementadas pelo PAC e demais medidas do governo, a recuperação foi muito rápida”.

Mantega voltou a afirmar que a economia nacional vem crescendo a patamares acima de 5%, o que ele considera um índice que pode ser sustentável em tal nível durante um longo ciclo.

O ministro citou a previsão de crescimento do Fundo Monetário Internacional divulgada recentemente, que elevou de 2,2% em abril do ano passado para 4,7% o desempenho do país. De acordo com Mantega, o crescimento da economia irá alcançar as projeções dos analistas do mercado financeiro, de mais de 5%.

“Poucos países terão um crescimento forte e consistente e o Brasil está entre eles”, disse o ministro ao exibir gráficos das projeções de outros países e blocos, como por exemplo para a União Europeia, com estimativa de 1%, e o Japão, de 1,7%. Mantega lembrou que a China e a Índia vão crescer mais por terem políticas desenvolvimentistas iguais à do Brasil.