Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2010 / 02 / Governo decide manter até julho alíquota de importação do etanol

Governo decide manter até julho alíquota de importação do etanol

Segundo ministro, imposto deverá ir a zero, para presssionar os Estados Unidos
por Wellton Máximo publicado 09/02/2010 17h21, última modificação 09/02/2010 17h23
Segundo ministro, imposto deverá ir a zero, para presssionar os Estados Unidos

São Paulo - A redução da alíquota da tarifa de importação do etanol foi transferida para julho, anunciou há pouco o ministro da Agricultura Reinhold Stephanes. Ao sair da reunião da Câmara de Comércio Exterior (Camex), ele informou que a diminuição da alíquota foi retirada de pauta e só voltará a ser discutida daqui há cinco meses.

Segundo o ministro, o início da colheita da safra de cana-de-açúcar, em março, tornaria sem efeito qualquer redução de imposto de importação. "Se deixássemos para zerar a tarifa agora não mudaria nada nos preços dos combustíveis, porque a safra de cana já está entrando e os preços cairiam de qualquer maneira".

Atualmente o etanol paga 20% de tarifa de importação para entrar no Brasil. De acordo com Stephanes, a redução a zero da alíquota, a partir do segundo semestre, terá objetivos diplomáticos.

"Vamos zerar o imposto para pressionar os Estados Unidos a não taxar o nosso etanol no mercado norte-americano", concluiu o ministro.

Fonte: Agência Brasil