Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2009 / 11 / Alimentos caem menos e ajudam a elevar inflação em SP

Alimentos caem menos e ajudam a elevar inflação em SP

por Vanessa Stelzer publicado 17/11/2009 10h54, última modificação 17/11/2009 10h55 © Thomson Reuters 2009 All rights reserved.

A inflação ao consumidor em São Paulo acelerou ligeiramente em meados deste mês, devido a uma menor queda dos preços de alimentos e a uma aceleração dos de despesas pessoais e de saúde.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo subiu 0,34% na segunda quadrissemana de novembro, ante alta de 0,31% na primeira, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) nesta terça-feira.

Analistas consultados pela Reuters esperavam taxa de 0,33%, segundo a mediana de 10 estimativas que oscilaram de 0,31 a 0,34%.

Os preços do grupo Alimentação tiveram queda de 0,10% nesta leitura, ante baixa de 0,25% na anterior.

Os custos de Despesas Pessoais aceleraram a alta para 0,32% na segunda quadrissemana, contra 0,22 por cento na primeira. Os de Saúde tiveram aumento de 0,37%, contra 0,23% antes.

Por outro lado, os preços de Transportes perderam força, subindo 0,68 por cento% na segunda quadrissemana, após elevação de 0,80% na primeira. O IPC da segunda quadrissemana mediu os preços de 16 de outubro a 15 de novembro.

O IPC mede a variação dos preços no município de São Paulo de famílias com renda até 20 salários mínimos.

registrado em: ,