Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2009 / 10 / Petrobras espera ser uma das cinco maiores de biocombustíveis até 2013

Petrobras espera ser uma das cinco maiores de biocombustíveis até 2013

Investimentos de US$ 2,5 bilhões estão previstos e gerente não acredita que descobertas no pré-sal façam governo mudar foco
por João Peres, da RBA publicado 13/10/2009 20h54, última modificação 13/10/2009 20h54
Investimentos de US$ 2,5 bilhões estão previstos e gerente não acredita que descobertas no pré-sal façam governo mudar foco

A Petrobras espera chegar a 2013 como uma das cinco maiores companhias de biocombustíveis do mundo. A informação foi dada nesta terça-feira (13) em São Paulo por João Noberto Noschang, gerente de Gestão Tecnológica da Petrobrás Biocombustíveis, que lembrou que o plano de investimento no setor deve ficar em US$ 2,5 bilhões no período.

Noschang participou na capital paulista de um evento organizado pela revista Carta Capital para debater a Conferência da ONU sobre o Clima, que acontece em dezembro em Copenhague, na Dinamarca. Falando sobre a questão ambiental como um todo, ele lembrou que “o Brasil está numa situação privilegiada e está o mundo inteiro olhando para a gente. Muito se fala de falta de água e nós temos todo o potencial. Temos o maior programa de energia renovável do mundo”, ponderou.

O gerente acrescentou que a Petrobras quer não apenas ter papel fundamental no setor de biocombustíveis, mas ser exemplo de sustentabilidade nesse segmento. Noschang admitiu que qualquer empresa petrolífera hoje em dia trabalha com a perspectiva da finitude dos recursos fósseis e por isso ele há dez anos foi transferido para o setor que pesquisa fontes renováveis. 

O governo, na visão de Noschang, não vai tirar o pé do acelerador em relação ao etanol e a outros trabalhos no setor devido às descobertas do pré-sal. Pelo contrário, ele acredita que o dinheiro gerado a partir do petróleo será importante para desenvolver novas pesquisas no setor de biocombustíveis

 
registrado em: , , , , ,