Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2009 / 10 / Brasil virará um canteiro de obras nos próximos cinco anos, diz Miguel Jorge

Brasil virará um canteiro de obras nos próximos cinco anos, diz Miguel Jorge

por Ivy Farias publicado 26/10/2009 16h28, última modificação 26/10/2009 16h28

São Paulo - O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Miguel Jorge, afirmou nesta segunda-feira (26) que o Brasil se tornará um grande campo de obras nos próximos cinco anos graças ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e graças aos eventos internacionais que o país sediará.

No próximo ano, o governo investirá em muitas obras de infraestrutura, afirmou o ministro, durante visita à Feira Internacional da Indústria dos Transportes (Fenatran,) em São Paulo.

"O Brasil virará um canteiro de obras nos próximos cinco anos – temos muito o que fazer para a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016", ressaltou Miguel Jorge. Segundo ele, o país ficou muito tempo sem investir em obras de infraestrutura. "Tinhamos desaprendido a planejar, e o PAC trouxe um novo patamar para o setor de infraestrutura."

O ministro informou que a licitação do trem bala, que ligará a cidade de Campinas (SP), ao Rio de Janeiro, deve sair até o final do ano e que a obra deve custar aproximadamente US$ 15 bilhões.

Para ele, o país deve investir em inspeções veiculares mais rígidas para impedir que veículos de grande, pequeno e médio portes circulem sem condições pelas ruas e estradas.

"Estamos tentando, há anos, renovar a frota. Acho impossível que um país pague algo como R$ 1 mil para comprar um carro usado e ganhar apenas R$ 800 com sucata. Deveríamos investir em inspeções veiculares mais rígidas e ainda aumentar os impostos de veículos mais antigos. Todos os países usam este método", disse o ministro, acrescentando que os bancos públicos têm dinheiro do fundo garantidor para financiar esta nova frota. 

Fonte: Agência Brasil

registrado em: , ,