Você está aqui: Página Inicial / Economia / 2009 / 09 / Produção industrial cresce em dez das 14 regiões pesquisadas em julho

Produção industrial cresce em dez das 14 regiões pesquisadas em julho

No acumulado do ano, setor ainda registra queda. Paraná e Espírito Santo tiveram maiores altas
por Thais Leitão publicado 03/09/2009 11h19, última modificação 03/09/2009 11h22
No acumulado do ano, setor ainda registra queda. Paraná e Espírito Santo tiveram maiores altas

Rio de Janeiro - A produção da indústria brasileira subiu em julho em relação ao mês anterior em dez das 14 áreas pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As principais altas foram observadas no Paraná (15,3%), no Espírito Santo (8,9%), em Goiás (6,0%) e no Amazonas (3,6%), que tiveram crescimento acima da média nacional relativa ao mesmo período do ano passado (2,2%).

Dados da Pesquisa Industrial Mensal Produção Física – Regional, divulgados nesta quinta-feira (3) pelo IBGE, revelam que também houve expansão na produção do Rio de Janeiro e de Minas Gerais (ambos com alta de 1,8%), de São Paulo (1,4%), do Rio Grande do Sul (1,1%), do Ceará (0,9%) e de Santa Catarina (0,8%).

As áreas onde houve queda na atividade fabril foram a Bahia (-6,0%), a Região Nordeste (-3,5%), Pernambuco (-1,5%) e o Pará (-1,0%).

Na comparação com o mesmo período do ano passado, os índices mostram queda em todos os locais, com exceção de Goiás, que avançou 4,4%. As reduções mais fortes foram notadas no Espírito Santo (-20,0%), em Minas Gerais (-16,1%) e em São Paulo (-11,9%). As demais regiões, conforme aponta a pesquisa, tiveram queda menos intensa do que a média nacional.

O levantamento do IBGE revela também que de janeiro a julho o setor acumula queda generalizada, com todos os locais apontando índices negativos, especialmente Espírito Santo (-27,9%) e Minas Gerais (-20,5%).

Fonte: Agência Brasil

registrado em: , ,