Históricas emoções

TVT estreia documentário sobre a Campanha Lula Livre nesta quarta-feira

Com apresentação de Preta Ferreira e Elisa Lucinda, “Alma Lavada – a História da Campanha Lula Livre” será exibido na TV dos Trabalhadores, pelas redes sociais da Campanha e por cerca de 100 páginas parceiras entre imprensa e movimentos

©Comitê Nacional Lula Livre
Batalha travada por pessoas de todas as regiões do Brasil e vários núcleos espalhados no exterior emociona

São Paulo – Estreia hoje (02), o curta-documentário Alma Lavada – a História da Campanha Lula Livre, contando a trajetória da luta pela libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, desde sua prisão política até as decisões no Supremo Tribunal Federal (STF) que lhe devolveram os direitos políticos e o tornaram novamente elegível. O filme, produzido pelo Comitê Nacional Lula Livre, vai ao ar às 19h na TVT (acesse aqui), pelas redes sociais da Campanha e por cerca de 100 páginas parceiras entre imprensa e movimentos.

O curta-documentário tem duração de 19 minutos. Em sua linha do tempo, vai mostrando imagens históricas e recortes de imprensa. Em sua parte final, destacam-se as imagens dos brasileiros e brasileiras recebendo a notícia da esperada vitória da Campanha Lula Livre, com o ex-presidente inocente e elegível.

:: Livro enumera efeitos da Lava Jato: desvios da lei, ruína econômica, retirada de direitos e ascensão extremista

Segundo os realizadores, a principal mensagem do filme é que lutar vale a pena. A batalha travada por pessoas de todas as regiões do Brasil e vários núcleos espalhados no exterior emociona ao retratar todo esse processo.

Participam da apresentação e da condução do filme Preta Ferreira e Elisa Lucinda. Janice Ferreira, a Preta, é multiartista, abolicionista penal, ativista pelo direito à moradia no Movimento Sem Teto do Centro (MSTC), em São Paulo. Ela já tem uma trajetória de trabalhos no cinema, como Receita de Caranguejo, Era o Hotel Cambridge e Onde Voam as Feiticeiras, os últimos dois da cineasta Eliane Caffé.

:: Um ano depois, quais foram os aprendizados da Vigília Lula Livre?

Já Elisa Lucinda é atriz com sólida carreira no teatro, cinema e televisão. Ela é também jornalista, cantora, poetiza e escritora com mais de 15 títulos publicados. Elisa é a voz que conduz Alma Lavada – a História da Campanha Lula Livre, entre relatos de resistência, lutas e conquistas. “Sou uma artista comprometida com o meu tempo. Se minha arte não servir para trazer alguma luz sobre a contemporaneidade, ela não me interessa. Arte é uma forma de conhecimento”, defende.


Assista: Elisa Lucinda fala da estreia de ‘Alma Lavada: a história da Campanha Lula Livre’