Oriane Descout

Documentário ‘Castelo de Terra’ marca Semana do Meio Ambiente

Filme de Oriane Descout conta história da própria diretora, que deixou vida de classe média na França para montar uma sociedade rural autossuficiente em Minas Gerais

Divulgação
Longa fica disponível a partir de 3 de maio

São Paulo – O lançamento do longa-metragem Castelo de Terra marca a Semana do Meio Ambiente, iniciada na segunda-feira (1º) e que será encerrada no sábado (5), Dia Mundial do Meio Ambiente. O documentário retrata a trajetória da própria diretora, a francesa Oriane Descout, e seu companheiro Márcio Marreco, depois de ela deixar pra trás uma vida de classe média na Europa para montar, ao lado do companheiro, uma sociedade na zona rural de Minas Gerais. O filme estará disponível nas plataformas digitais da Descoloniza Filmes a partir desta quinta-feira (3).

Oriane abandona a vida comum e o trabalho assalariado em Paris para construir sua casa de forma autônoma, coletiva e sustentável e passar a cultivar a própria comida. Tudo ao lado de Marreco. Nessa linha mestra, o documentário apresenta diversos níveis de transição e questionamentos pessoais que surgem num contexto capitalista e muitas vezes frustram. Mostra como mudar de vida significa deixar a zona de conforto para se adaptar a outra realidade, forçando a reavaliação de certezas e hábitos.

Por outro lado, a sociedade em volta continua evoluindo, nem sempre na direção favorável aos caminhos alternativos. A crise política brasileira dos últimos anos, por exemplo, é um dos fatos que o casal não pôde e nem quis ignorar. É sobre esses questionamentos que Castelo de Terra discorre, principalmente por meio das conversas entre Oriane e Marreco, e da narração em off, contata por Oriane em francês.

Semana do Meio Ambiente

A Semana do Meio Ambiente tem outros eventos programados. No Rio, foi realizada a primeira ação do Projeto Plantando o Futuro, com o cultivo de mudas na orla do Recreio dos Bandeirantes. Ainda no estado, mas em Cabo Frio, a ONG Mar Sem Lixo agendou ações de conscientização ambiental em um shopping da cidade. Há, ainda, eventos programados para Paraty, como limpeza de praias, apresentação de filmes, plantio de árvores e entrevistas com ambientalistas.

:: TVT estreia documentário sobre a Campanha Lula Livre nesta quarta-feira ::

Em Petrolina, no sertão de Pernambuco, cerca de 30 mil alevinos de espécies nativas foram soltos no rio São Francisco. Na ação, realizada pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), foram colocados no Velho Chico peixes como piau, curimatã e pacamã.

No Maranhão, a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema) realiza até o dia 9 a Semana Estadual do Meio Ambiente. A programação tem palestras, distribuição de mudas no Parque do Rangedor, trilhas no Parque do Itapiracó e ação de limpeza de rios. Os eventos serão transmitidos por meio do canal Sema TV. Além disso, será realizado o plantio de mudas nativas no Parque Estadual do Bacanga, com beneficiários do Programa Maranhão Verde.


Leia também


Últimas notícias