Tradição

Violeiros homenageiam Pena Branca e Xavantinho em festival virtual em São Paulo

Evento começa hoje e vai até domingo e pode ser visto pela internet. E terá tributo a uma das duplas mais importantes da canção sertaneja de raiz

Divulgação
Os irmãos Pena Branca e Xavantinho formaram uma das mais conhecidas duplas caipiras do país

São Paulo – Cem artistas, entre violeiros e cantadores, se reúnem virtualmente de hoje (6) até domingo (10) na terceira edição de evento, que neste ano, vai homenagear a dupla Pena Branca e Xavantinho. O Festival de Arte Vale do Paraíba terá transmissão gratuita pelo Facebook e pelo YouTube. (Confira abaixo a programação e onde assistir.)

O paulista José Ramiro Sobrinho, o Pena Branca, nasceu em 1939, e o mineiro Ranulfo Ramiro da Silva, o Xavantinho, em 1942. Os irmãos formaram dupla em 1962, e juntos ficaram até a morte do segundo, em 1999. Já o mais velho seguiu em carreira solo até partir também, em 2010.

Patrimônio

“Meu primeiro contato com a dupla foi ao escutar a música O Ciúme, de Caetano Veloso, gravada pelo Pena Branca. Uma música sofisticada com uma melodia cheia de detalhes”, comenta o compositor, violeiro e produtor Osni Ribeiro, em conversa com o cantador e pesquisador Cláudio Lacerda, que dividiu palco com Pena Branca na última apresentação do músico. Também participa o compositor e ator Arnaldo Silva.

O festival começa com o violeiro Fábio Miranda. Em seguida, os músicos Ricardo Zoyo, Priscila Brigante e Ana Rodrigues, que acompanharam Pena Branca, se juntam a Cláudio Lacerda. Os produtores lembram que a viola caipira é “instrumento característico da cultura brasileira já reconhecido como patrimônio imaterial em lugares como Minas Gerais”.

Leia mais: Viola falta alto e expressa alma da cultura brasileira

Como assistir

Realizado pela Secretaria da Cultura e Economia Criativa, do governo estadual paulista, o evento tem apoio cultural da Casa de Oswaldo Cruz (São Luiz do Paraitinga) e do Sesi de São José dos Campos, onde foram feitas gravações com Cláudio Lacerda.

O festival pode ser visto no Facebook, também pelo site  www.festivaldeartevaledoparaiba.com ou ainda no canal do evento no YouTube.

Programação do festival

Quarta 6, a partir das 20h

  • Show de abertura, com Fábio Miranda (Maestro Sabiá)
  • Claudio Lacerda, Ricardo Zoyo, Priscila Brigante e Ana Rodriguês
  • Joaquim e José
  • Osni Ribeiro e Arnaldo Silva
  • Léo Vieira & Antony Ventura

Quinta 7, a partir de 20h

  • João Oliveira
  • Nô Stopa e Juninho Serafranny
  • Anderson Martins
  • Caio de Souza
  • Lia Marques e Léo Couto
  • Grupo Paranga

Sexta 8, a partir de 20h

  • Fabrício Conde
  • Rodrigo Zanc e Cláudio Lacerda
  • Luiz Salgado
  • Letícia Leal

Sábado 9, a partir de 20h

  • Noel Andrade, Felipe Câmara, Edu Malta
  • Bruno Sanches
  • Jackson Ricarte
  • Moreno Overá e Rafael Gandolfo

Domingo 10, a partir de 20h

  • Oficina de lutheria com Luciano Queiroz
  • Folia de Reis Bom Jesus do Buquirinha – Mediador: Cláudio Lacerda. Convidados: Luciano Batista (mestre de Folia de Reis), José Ricardo (contramestre de Folia de Reis) e Ari Pereira (tocador de rabeca / articulador cultural)
  • Grupo de Jongo Mistura da Raça – Mediador: Cláudio Lacerda. Convidados: Laudeni de Souza (mestre Jongueiro), Márcia Cunha (jongueira / articuladora cultural) e Dona Adélia (matriarca da família)
  • Maracatu Baque do Vale
  • Palestra-show com João Oliveira e Luiz Salgado (encontro filmado na Casa Oswaldo Cruz)