Ocupar o tempo

Quarentena com livros, cursos e acervos de museus on-line e de graça

USP, UFSC, FGV, Senai, entre outras unidades de ensino possibilitam formas de enriquecimento cultural para tempos de isolamento em função da pandemia de coronavírus

Paulo Donizetti de Souza/RBA
Mona Lisa, no Louvre, há de entender. É hora de evitar aglomerações

São Paulo – Diante do momento de pandemia do coronavírus, que pede quarentena, isolamento, consciência, solidariedade e atitude das pessoas para que fiquem em casa evitando a propagação do vírus, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) disponibilizou 57 obras literárias digitais para serem baixadas gratuitamente na estante virtual do site da instituição. 

A iniciativa vem acompanhada ainda de exemplos de outras unidades de formação do país, que neste momento buscam incentivar o enriquecimento cultural da população. A Universidade de São Paulo (USP), por exemplo, oferece a quem se decidiu pela quarentena quatro plataformas com aulas e cursos com professores e pesquisadores da instituição pública.

De acordo com o psicanalista Christian Dunker, em entrevista à Rádio Brasil Atual, em meio a esses tempos de isolamento social, é importante combater a ansiedade e os riscos de depressão criando práticas saudáveis, que estimulem o corpo e a mente, como destaca esta reportagem da RBA .

“A experiência da leitura tira a pessoa para fora de si, mas num estado de reflexão ou viagem. É extremamente benéfico para compensar esse excesso de imersão”, observa Dunker, professor da Universidade de São Paulo. 

No site do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), há cursos de educação ambiental, desenho arquitetônico, finanças pessoais, tecnologia da informação e comunicação, empreendedorismo, entre outros. Em seu portal, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) disponibiliza mais de 50 cursos em diversas áreas do conhecimento, também gratuitos. 

Quarentena nos museus 

A Portaria nº 356/2020 do Ministério da Saúde, que determinou a quarentena como uma forma de garantir a manutenção dos serviços de saúde, também fez com que shows, museus e outras atividades culturais fossem canceladas para evitar aglomerações. 

No entanto, ainda é possível conhecer os acervos de galerias de arte nacionais e internacionais por meio da internet, com diversos museus possibilitando visitas virtuais. Entre eles, o Museu da Imagem e do Som, que tem em seu acervo milhares de fotografias, áudios e vídeos.

O Museu Casa de Portinari oferece um tour virtual do seu espaço no site. O Masp e a Pinacoteca do Estado de São Paulo também.

Parte do acervo dos museus do Vaticano está com acesso liberado virtualmente. Assim como Museu do Louvre, em Paris, famoso por abrigar parte da história da França e do mundo.

O Museu Nacional de Arte Moderna e Contemporânea, em Seul, o Museu Pergamon, em Berlim, e Museu Van Gogh, em Amsterdã, também abrem seus acervos de forma remota. Há ainda o Google Arts & Culture, que permite visitar virtualmente ambientes e acervos de museus.