Rádio Brasil Atual

Okka canta a música brasileira ‘atemporal, coletiva e sem muros’

Criada em 2018, banda apresenta futuros projetos no programa "Hora do Rango", desta terça-feira (11), a partir do meio-dia

REPRODUÇÃO/YOUTUBE
Desde seu começo, a Okka viajou o mundo, passando pela Suíça, Espanha e França. A banda se define como ‘um organismo vivo’

São Paulo – O programa Hora do Rango recebe a banda Okka, nesta terça-feira (11), a partir do meio-dia, na Rádio Brasil Atual. O grupo, nascido em 2018, vai apresentar seu projeto definido como “música brasileira atemporal coletiva rompendo fronteiras”.

A Okka é formada por Dandara, Paulo Monarco, Jota Erre e Raul Misturada, todos já conhecidos da cena musical independente por seus trabalhos solos. Em outubro de 2019, a banda lançou seu primeiro single, #TBT.

O grupo já colaborou em vivências criativas com a cantora galega Uxía Senlle, o pianista cubano Alejandro Vargas, o multi-instrumentista da Guiné-Bissau Mû Mbana e Orquestra Mundana Refugi, formada por músicos brasileiros, imigrantes e refugiados de diversas partes do mundo.

Desde seu começo, a Okka viajou pelo mundo, passando por Suíça, Espanha e França. A banda se define como ‘um organismo vivo’. “Fronteiras se rompem e dão lugar a unificação pelo amor, na busca por um mundo onde a diversidade é potência e alimento permanente para seguirmos nos transformando diariamente a cada novo passo”, diz o grupo em sua apresentação.

O programa

Hora do Rango, apresentado por Colibri Vitta e premiado pela Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA), recebe ao vivo, de segunda a sexta-feira, ao meio-dia, sempre um convidado diferente com algo de novo, inusitado ou histórico para dizer e cantar. Os melhores momentos da semana são compilados e reapresentados aos sábados e domingos, no mesmo horário.