Home Cultura No formato voz e piano, Áurea Martins e Cristóvão Bastos enfim se reúnem no estúdio
Encontro aguardado

No formato voz e piano, Áurea Martins e Cristóvão Bastos enfim se reúnem no estúdio

No programa "Hora do Rango", ambos falam sobre suas longas carreiras e a união no novo álbum
Publicado por Luciano Velleda, para a RBA
11:57
Compartilhar:   
Mariza Lima/Divulgação

Com 12 canções, sendo algumas inéditas, álbum de Cristóvão Bastos e Áurea Martins conta com parcerias do pianista com Paulo César Pinheiro e Elton Medeiros

São Paulo — O programa Hora do Rango abre a semana recebendo a cantora Áurea Martins e o pianista Cristóvão Bastos, a partir do meio-dia, na Rádio Brasil Atual. Amigos de longa data, ambos aguardaram muito tempo até colocar em prática o projeto de um álbum conjunto, após um bem sucedido financiamento coletivo.

O disco tem a direção musical e arranjos elaborados por Cristóvão Bastos, gravado em estúdio no formato “ao vivo”, com voz e piano somente, num repertório de 12 canções, sendo algumas inéditas, incluindo parcerias do pianista com Paulo César Pinheiro e Elton Medeiros, entre outros.

Com 79 anos, Áurea Martins iniciou a carreira na Rádio Nacional. Gravou seu primeiro álbum como prêmio pelo primeiro lugar no programa A Grande Chance, de Flávio Cavalcanti, em 1969, na extinta TV Tupi. Tem quatro CDs, um DVD e quatro LPs de carreira, tendo cantado na noite carioca por mais de 40 anos.

Em 2009, ganhou o prêmio de melhor cantora MPB da música brasileira com o disco Até Sangrar e, no ano seguinte, lançou o álbum De pontacabeça. Desde 2014, Áurea realiza o espetáculo Elizethíssma – uma sincera homenagem a Elizeth Cardoso, em parceria com a cantora Alaíde Costa, além de participar de projetos de outros artistas.

Já Cristóvão da Silva Bastos Filho, nascido em 3 de dezembro de 1946, no Rio de Janeiro, começou a aprender a tocar piano por volta dos 10 anos, e aos 17 atuava numa boate no subúrbio carioca. Na noite de Copacabana, no início da década de 1960, conheceu Emílio Santiago, Nana Caymmi e Paulinho da Viola, entre outros grandes nomes da música brasileira. Sua lista de parceiros inclui ainda Abel Silva, Aldir Blanc, Chico Buarque, Elton Medeiros, Luciana Rabello e Paulo César Pinheiro. É autor de sucessos como Todo Sentimento, com Chico Buarque, e Resposta ao Tempo, com Aldir Blanc, gravado por Nana.

A trajetória de Cristóvão inclui ainda a participação na fundação da Banda Black Rio (1976) e o trabalho como compositor de trilhas sonoras para o cinema. Em sua extensa discografia, tem dois álbuns solo: Avenida Brasil (1996) e Curtindo a Gafieira (2008).

O programa

Hora do Rango, apresentado por Colibri Vitta e premiado pela Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA), recebe ao vivo, de segunda a sexta-feira, ao meio-dia, sempre um convidado diferente com algo de novo, inusitado ou histórico para dizer e cantar. Os melhores momentos da semana são compilados e reapresentados aos sábados e domingos, no mesmo horário.