Home Cultura O encontro extra-classe dos músicos Daniel Santiago, Antonio Loureiro e Frederico Heliodoro
Trio de peso

O encontro extra-classe dos músicos Daniel Santiago, Antonio Loureiro e Frederico Heliodoro

No programa "Hora do Rango", os três renomados instrumentistas falam de suas carreiras e dos projetos conjuntos
Publicado por Luciano Velleda, para a RBA
10:13
Compartilhar:   
Reprodução/Rádio Brasil Atual

Com carreiras consolidadas, os três artistas se destacam como grandes músicos da nova geração

São Paulo – O programa Hora do Rango desta terça-feira (10) recebe os músicos Daniel Santiago, Antonio Loureiro e Frederico Heliodoro, a partir do meio-dia, no estúdio da Rádio Brasil Atual. Os três foram convidados pelo guitarrista Eric Clapton para tocar no Festival Cross Roads, em Dallas, no Texas, nos próximos dias 20 e 21 de setembro. O festival é realizado desde 1999 e reúne alguns dos maiores nomes do rock e do blues do mundo, além do próprio Eric Clapton.

Compositor, guitarrista e violonista, o brasiliense Daniel Santiago tem uma bem sucedida carreira, com influências que vão do choro ao jazz, passando pela MPB e a música erudita. Aos dezenove anos, fundou o Brasília Brasil Trio, junto com o bandolinista Hamilton de Holanda e o violonista Rogério Caetano, tendo lançado, em 2001, o álbum Abre Alas.

Nos anos seguintes, Daniel Santiago fez turnês com Carlos Malta, Gabriel Grossi e como integrante do Quinteto Brasilianos, de Hamilton de Holanda, se apresentando pelo Brasil e no exterior. Em 2006, lançou seu primeiro álbum solo, On the Way e, no ano seguinte, junto com o Quinteto Brasilianos, foi indicado ao Grammy Latino na categoria “Melhor Disco de Música Instrumental”. O segundo álbum solo, Metrópole, saiu em 2009, com uma mistura de jazz, música erudita e MPB, sendo considerado um dos melhores discos de jazz do ano. Ao lado de Pedro Martins, lançou em 2017 o álbum Simbiose e, em 2018, seu quarto disco solo, Union.

Ao longo da carreira, Daniel Santiago já compartilhou o palco com artistas como Milton Nascimento, João Bosco, Ivan Lins, Hermeto Pascoal, Djavan, Ney Matogrosso, Ed Motta, Seu Jorge, Zélia Ducan, Leila Pinheiro, Dominguinhos, Arismar do Espirito Santo, Jonh Paul Jones e Maria Bethania, entre outros.

Já o baterista Antonio Loureiro é um dos músicos mais requisitados na atual cena da música brasileira. Do jazz à música popular, o multi-instrumentista e também cantor e compositor, acaba de lançar seu terceiro disco autoral, Livre, com a participação de grandes músicos que têm sido seus parceiros ao longo da carreira.

Antes, seu primeiro álbum autoral, intitulado Antonio Loureiro (2010), contou com a presença de André Mehmari, Quinteto Sujeito a Guincho, Fabiana Cozza, Marcelo Pretto, e do cantor francês David Linx. O segundo discos autoral, (2013), e os álbuns em parceria Herz Loureiro (2014), ao lado do violinista Ricardo Herz, e com o pianista André Mehmari foram consolidando seus parceiros musicais.

Também com cinco álbuns lançados e preparando novos trabalhos, o contrabaixista Frederico Heliodoro vem se destacando no cenário musical brasileiro e internacional desde 2007, sendo considerado um dos maiores instrumentistas da nova geração. Com 32 anos de idade, já ganhou prêmios renomados de melhor instrumentista e melhor compositor e tocou com muitos artistas internacionais, como Kurt Rosenwinkel, Louis Cole, Mike Moreno, David Binney, Ari Hoenig, Genevieve Artadi, Lana Cencic e Sarah Harmer, além de Hamilton de Holanda, Benjamim Taubkin, Leo Gandelman e Toninho Horta. Ao todo, participou da gravação de mais de trinta álbuns como baixista e/ou produtor.

No programa, Daniel Santiago, Antonio Loureiro e Frederico Heliodoro falam sobre suas carreiras individuais e contam sobre o novo trabalho juntos.

O programa

Hora do Rango, apresentado por Colibri Vitta e premiado pela Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA), recebe ao vivo, de segunda a sexta-feira, ao meio-dia, sempre um convidado diferente com algo de novo, inusitado ou histórico para dizer e cantar. Os melhores momentos da semana são compilados e reapresentados aos sábados e domingos, no mesmo horário.