Homenagem

Álbum “As Canções de Garoto” resgata as músicas compostas por Aníbal Augusto Sardinha

Produzido por Paulo Serau e cantado por Sergio Santos, disco mostra o lado cancioneiro do famoso multi-instrumentista

Reprodução
No disco recém lançado, as canções de Garoto têm um tratamento orquestral por meio da Grande Banda, big band paulistana dirigida por Paulo Serau

São Paulo — O programa Hora do Rango abre a semana, nesta segunda-feira (2), recebendo o compositor, arranjador e pesquisador Paulo Serau, a partir do meio-dia, na Rádio Brasil Atual. Serau é responsável por produzir o álbum As Canções de Garoto, que resgata as músicas compostas por Aníbal Augusto Sardinha (1915 – 1955), apelidado Garoto, famoso multi-instrumentista de cordas que gravou discos e programas de rádio entre as décadas de 1930 e 1950, e participou de filmes hollywoodianos ao lado de Carmen Miranda e o Bando da Lua.

Enquanto sua obra instrumental influenciou artistas como Tom Jobim, suas canções sempre foram produzidas em escala menor, tendo sido gravado por João Gilberto, Sylvia Telles, Gal Costa, Maria Bethânia e Luciana Souza. Agora, o álbum As Canções de Garoto pretende resgatar esse universo ainda pouco conhecido de sua obra. No disco, as músicas têm um tratamento orquestral por meio da Grande Banda, big band paulistana dirigida por Serau, além da interpretação na voz do cantor e compositor mineiro Sergio Santos, com a participação especial do maestro, saxofonista e flautista Roberto Sion.

Fazem parte do repertório as canções Duas Contas (Garoto), Sorriu para mim (Garoto e Cecy), Amor indiferença (Garoto e Mário Albanese), Lembras-te de mim? (Garoto e Laurindo de Almeida), Nick Bar (Garoto e José Vasconcelos), Felicidade (Garoto e Haroldo Barbosa), Você é tormento (Garoto e Nilo Sérgio), Mariazinha (Garoto e Alberto Ribeiro), Falsa Promessa (Garoto) e Teu Olhar (Garoto e Valzinho).

O programa

Hora do Rango, apresentado por Colibri Vitta e premiado pela Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA), recebe ao vivo, de segunda a sexta-feira, ao meio-dia, sempre um convidado diferente com algo de novo, inusitado ou histórico para dizer e cantar. Os melhores momentos da semana são compilados e reapresentados aos sábados e domingos, no mesmo horário.