Home Cultura Em vídeo, artistas protestam contra ameaça de fechamento do Museu Afro Brasil
resistência cultural

Em vídeo, artistas protestam contra ameaça de fechamento do Museu Afro Brasil

Zezé Motta, Camila Pitanga, Teresa Cristina, MC Carol, Wagner Moura e outros se posicionam contra política de João Doria, que anunciou uma redução de até 23% no orçamento da secretaria de Cultura
Publicado por Redação RBA
12:04
Compartilhar:   
YOUTUBE/ANCINE
Ruth de Souza

‘Minha história está aí também. Temos que defender a cultura do Brasil’, disse Ruth de Souza, homenageada em teatro do museu

São Paulo – Com o risco do Museu Afro Brasilfechar as portas, artistas publicaram um video em protesto contra o corte de até 23% no orçamento da secretaria de Cultura, anunciado pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB). 

Artistas como Zezé Motta, Camila Pitanga, Teresa Cristina, MC Carol, Wagner Moura leram um manifesto contra a política de Doria. “O Museu Afro Brasil é uma das instituições mais importantes do país e está correndo o risco de ser fechada”, alerta a atriz e cantora Zezé Motta. 

O museu ainda conta com o Teatro Ruth de Souza – em homenagem à atriz considerada sacerdotisa do teatro brasileiro. “Minha história está aí também. Temos que defender a cultura do Brasil”, declara, em sua participação no vídeo.

Localizado no Parque do Ibirapuera, o museu recebe, anualmente, 180 mil visitantes, um total de quase 2 milhões de visitantes desde 2009. A cantora Teresa Cristina lembra que o corte sobre a cultura é desproporcional. “São Paulo gasta apenas 0,35% do orçamento (com a pasta)”, disse.

Além de dezenas de exposições por ano, a entidade conta com um acervo de mais de 7 mil obras, uma biblioteca com 12 mil títulos, além de um teatro (Ruth Souza). Do total anual de visitantes, por volta de 40 mil são estudantes, o que é relevante pela relação entre cultura e educação. 

“Diga NÃO à redução redução de gastos do governo de São Paulo na cultura”, acrescentou o ator Wagner Moura, que também defendeu o maior acervo de cultura africana no Brasil.

Assista ao video: