arte na cidade

Grupo Esparrama se apresenta no Minhocão neste domingo

Novamente ocupando as duas janelas do terceiro andar do Edifício São Benedito, no centro de São Paulo, exibição especial faz parte da 11ª Bienal de Arquitetura

SISSY EIKO/DIVULGAÇÃO
esparrama na janela

Um outro método de se relacionar com o Minhocão: Esparrama pela Janela se apresenta às 16h, em São Paulo

São Paulo – O Grupo Esparrama, que ganhou fama na capital paulista com a peça “Esparrama pela Janela” – uma apresentação na janela de um apartamento no Elevado João Goulart, o Minhocão –, volta à cena neste domingo (12). A exibição faz parte da 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo.

Encenado em duas janelas do terceiro andar do Edifício São Benedito, portanto, de frente para o público do Minhocão, o espetáculo ao ar livre conta a história de um morador da região do elevado que, cansado do caos da capital, resolve subverter o ambiente em que vive e transforma tudo em música. O objetivo da peça é mostrar outras possibilidades de enxergar o cinza da cidade, por meio de muitas cores, arte e poesia.

Formado por Iarlei Rangel, Kleber Brianez, Ligia Campos, Luciana Gandelini e Rani Guerra, o Grupo Esparrama foi criado em 2012 e tem como base de sua pesquisa o estudo do palhaço. A peça já ganhou o Prêmio Femsa de Teatro Infantil e Jovem, nas categorias “Revelação” e “Prêmio Crystal Eco de Sustentabilidade”; e o Prêmio da Cooperativa Paulista de Teatro, na categoria “Ocupação de Espaço”

Iarlei destaca três aspectos importantes na elaboração da peça: “Sugerir para o público novas possibilidades de se relacionar com o Minhocão e com a cidade; reforçar o discurso e as ações que acreditam no Minhocão enquanto um espaço legítimo de convívio social conquistado pela população; e mostrar que a cidade está prenhe de milhares de possibilidades artísticas, que podem nascer em qualquer canto, até mesmo em um viaduto sujo e barulhento”, afirma.

Com indicação livre e gratuito, o espetáculo se inicia às 16h e é realizado na altura do número 158 da Avenida Amaral Gurgel, entre as alças de acesso do Metrô Santa Cecília e a Rua da Consolação, no centro da capital. Em caso de chuva, o evento é cancelado.