da periferia

Shows marcam início de diálogo da prefeitura de São Paulo com mulheres do funk

Primeira ação será batalha de MCs amanhã (22), na zona sul, com o objetivo de motivar letras que valorizem as mulheres. Programação conta com pelo menos 18 artistas

Rainhas do Funk/ Divulgação
Funk

Rainhas do Funk integram a programação, que conta com pelo menos 18 artistas mulheres

São Paulo – Como parte da comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a prefeitura de São Paulo dará início, amanhã (22), a uma série de ações para ampliar o diálogo com as “mulheres do funk”. A partir das 14h, os moradores da Vila Natal, na zona sul, poderão participar de uma série de shows de funk, com pelo menos 18 artistas mulheres, que apresentarão músicas que valorizem a mulher e não incentivem a competição entre elas.

Na programação, está o Bonde das Maravilhas, Mc Negra Soul, MC Bolladonna e o Bonde das Radiantes. “Em geral, as letras não têm um conteúdo de valorização e respeito a mulher. É mais a questão do corpo, da mulher como objeto e da rivalidade entre elas. Vamos fazer essa primeira atividade para dialogar e estimular que as artistas façam letras que valorizem e empoderem as mulheres. É uma primeira conversa”, diz a secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Denise Motta Dau.

Além dos shows, ocorrerão oficinas culturais para trabalhar o empoderamento das mulheres. Entre as atividades, estão aulas de mixagem e dança. Haverá ainda um espaço para informar os participantes sobre prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e para tirar dúvidas sobre sexo seguro e planejamento familiar. Os moradores poderão também agendar exames na unidade básica de saúde da região.

“O funk é, atualmente, parte da cidade, das regiões periféricas e constitui-se como meio de afirmação e expressão dessa juventude. Dessa forma, é fundamental que o poder público dialogue com esse fenômeno”, diz texto da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, responsável pelo evento, em parceria com as secretarias de Cultura e Promoção da Igualdade Racial e com a Coordenadoria de Juventude.

O evento vai até as 22h e é gratuito. Os shows ocorrerão na Praça Frei Damião, rua Amora Natal, 234, na Vila Natal.

Colaborou Malú Damázio