Home Cultura Simone Guimarães lança CD em homenagem a Clarice Lispector
Quinta, em Brasília

Simone Guimarães lança CD em homenagem a Clarice Lispector

Álbum tem participação de Miúcha, Paulo Jobim, Danilo Caymmi e Ana de Hollanda
Publicado por Xandra Stefanel, especial para RBA
19:00
Compartilhar:   
Inspiração

Noite terá lançamento de CD, show e sarau

São mais de 20 anos de carreira, nove álbuns, indicação ao Grammy e parcerias com nomes de peso da música popular brasileira. É com toda essa bagagem que a cantora, compositora, instrumentista e arranjadora Simone Guimarães lança o disco Clarice nesta quinta-feira (25), no Açougue Cultural T-Bone, em Brasília.

Afilhada musical de Milton Nascimento, Simone já tinha a faixa-título pronta há bastante tempo. Sua inspiração foi o livro A Descoberta do Mundo, de Clarice Lispector. ”Ela me fez acreditar cada vez mais na profundidade do meu coração, do meu olhar, da minha visão de mundo. Clarice bancava sua profundidade, seu existencialismo, sua arte. Pagava com a fragilidade e com um certo isolamento. Ela é um gênio e, nesse livro, me ensinou a aceitar minha arte e as agruras de certas angústias que não são muito comuns no cotidiano de quem não lida com a criação”, afirma.

Clarice tem poucos e intensos versos que são interpretados pela própria Simone, por Miúcha e Paulo Jobim, com um arranjo denso e delicado, como era o olhar da escritora homenageada.

Os três também cantam juntos em Anseios de Sereia e, para completar o cheiro de maresia, Danilo volta a dividir o microfone com Simone em Estrela do Mar, na qual faz um improviso de flauta.

Em Como a Vida, o piano de Leandro Braga dá um tom triste e profundo, assim como as vozes de Simone e Miúcha. Ando tão estranha, tão passiva, tão bonita. Como a vida. Que vontade de chorar. Cheia de poeira, de pedaços, tão inteira nos mosaicos. Que vontade de chorar, diz a letra de autoria de Miúcha, que além de parceira de Simone, também é amiga pessoal. “Foi uma honra para mim! Ela é uma artista de cabeceira, amiga querida e, para mim, uma das maiores que já apareceram no Brasil”, elogia Simone.

Entre as 14 músicas, há também participação de Ana de Hollanda (em Beija-flor Colibri), Novelli, Leonel Laterza, Ilessi, André Mehmari, Tiago Penna da Costa e Gaspar Moura. Além de composições próprias, Simone interpreta músicas de Milton Nascimento e Márcio Borges (Vera Cruz), Guilherme Arantes (Muito Diferente) e de Bia Paes Leme, Bena Lobo e Dudu Falcão (Raio de Luar).

No show de lançamento, mais que as canções do novo disco, Simone Guimarães deve apresentar alguns sucessos de sua carreira, como Aguapé e Baião Barroco. A apresentação é parte do projeto Quinta Cultural, no Açougue Cultural T-Bone, tradicional espaço da capital federal que, além da oferta gastronômica, promove atividades artísticas desde 1998. A noite tem também os poetas Jorge Amâncio, Domício Chaves, Joãozinho da Vila, José Menezes de Morais, Yonaré Flávio, Gelly Fritta e Beth Jardim participando do sarau de poesia. E ainda o músico Renato Matos mostrando seu trabalho.

Inspirado na escritoraShow de lançamento de CD
Clarice, de Simone Guimarães
Quando: 25 de julho, quinta-feira, às 20h
Onde: Açougue Cultural T-Bone, 312 Norte – Brasília
Quanto: Grátis
Informações: (61) 3274-1665

registrado em: ,