Home Cultura Rock inglês é tema de mostra de cinema que começa nesta sexta
De graça, de 7 a 16 de junho

Rock inglês é tema de mostra de cinema que começa nesta sexta

Além de Rockumentários, mostra sobre filmes britânicos contemporâneos faz parte do 17º Festival Cultura Inglesa
Publicado por Xandra Stephanel, especial para a RBA
15:17
Compartilhar:   
divulgação
rolling stones

‘Crossfire Hurricaine’ celebra os 50 anos dos Rolling Stones

Começam hoje duas mostras cinematográficas gratuitas que fazem parte do 17° Festival Cultura Inglesa: uma de filmes britânicos contemporâneos e outra de “rockumentários”, documentários sobre bandas e movimentos do rock’n’roll vindos da Inglaterra. Haverá exibições em São Paulo, Campinas, Santos, São José dos Campos e Sorocaba. Na capital paulista, as sessões serão realizadas no Museu da Imagem e do Som (MIS) e no Cine Livraria Cultura, no Conjunto Nacional.

A mostra Rockumentários apresentará filmes sobre os Rolling Stones, Arctic Monkeys, Radio Head, The Libertines, Michael Caine e Julie Christie. Em Tonite Let’s All Make Love in London, o diretor Pete Whitehead captura a efervescência cultural de Londres durante a década de 1960. Ele percorre casas de show fazendo entrevistas sobre temas variados e filmando as performances psicodélicas de bandas como Pink Floyd, The Animals e Rolling Stones. Trata-se de um retrato alucinante de uma Londres que começava a fervilhar contracultura nas artes e nos costumes.

Crossfire Hurricaine celebra os 50 anos dos Rolling Stones. O documentário, produzido pela própria banda, mostra a trajetória do grupo liderado por Mick Jagger desde o início, nos anos 1960. Rockumentários apresenta também Arctic Monkeys Live at The Apollo, Meeting People is Ease, que acompanha o Radiohead durante a turnê do álbum OK Computer, e The Libertines – There Are no Innocent Bystanders.

Já a Mostra de Cinema Contemporâneo Britânico traz os produções inéditas lançadas no último ano. The Spirit of ’45 mostra como o ano de 1945 foi decisivo na história britânica. Dirigido por Ken Loach – um renomado cineasta britânico de esquerda –, o filme narra as mudanças políticas e sociais do Reino Unido depois da Segunda Guerra.

Em London: The Modern Babylon, o Julien Temple mistura imagens e áudios de arquivo com depoimentos de famosos sobre a história da capital inglesa. Não é de se estranhar que o filme tenha uma rica trilha sonora: o diretor e documentarista já assinou filmes sobre os Sex Pistols, David Bowie, The Clash, entre outros grandes nomes do rock.

Up There, de Zam Salim, conta a história de Martin, um burocrata de meia-idade que morre e vai para o purgatório, onde tem a interminável função de receber os recém-falecidos enquanto espera seu lugarzinho no céu. O diretor, cujo filme recebeu dois prêmios no Bafta Scottish Films Awards e um no Festival de Santa Bárbara (EUA), participa de um bate-papo com o público na quinta-feira (13), às 19h, no MIS-SP.

Os filmes Cockneyvs Zombies eSightseers também têm projeções previstas em todas as cidades onde o festival ocorre. Serão apresentados curtas-metragens brasileiros antes da exibição dos filmes das duas mostras.

O Festival Cultura Inglesa começou no dia 17 de maio e termina no dia 30 deste mês. A programação conta com shows, exposições, intervenções culturais pelas ruas, espetáculos de dança e de teatro.

 

Serviço:

Mostras de cinema

Quando: de 7 a 16 de junho

Onde: Museu da Imagem e do Som (Av. Europa, 158) e no Cine Livraria Cultura (Av. Paulista, 2.073)
Quanto:
Grátis, com retirada de ingressos 1 hora antes da exibição do filme.

Confira a programação completa em http://festival.culturainglesasp.com.br

 

registrado em: ,