Home Cultura Festival de inverno com jeito caipira em Cunha

Festival de inverno com jeito caipira em Cunha

Música, dança, teatro e comidas típicas são as principais atrações do 16º Festival de Inverno de Cunha. A cidade também é um bom destino para quem gosta de curtir a natureza ou apreciar cerâmicas artísticas
Publicado por suzanavier
13:38
Compartilhar:   

Cunha, antiga rota de tropeiros, mantém tradição caipira e belezas naturais (Foto: Geraldo Magela)

A estância climática de Cunha (SP) aposta na tradição caipira e atrativos regionais na programação do seu 16º Festival de Inverno que vai até o dia 8 de agosto. Inspirado nos “Acordes da Serra”, o festival reúne artistas da cidade e da região
para apresentações musicais, dança e teatro.

“Nossa opção é pelas coisas características do interior como viola caipira, congada, catira… Coisas representativas da cultura caipira e com as quais as pessoas das grandes cidades querem ter contato”, diz Otávio Kalckmann, diretor de Turismo e Cultura do município.

Mas o resgate da cultura caipira não fica só nas artes, a gastronomia é outra boa pedida na cidade. Os pratos típicos à base de farelo de milho, a Quirera, são servidos com costela de porco ou frango caipira. Pratos com shitake e truta, do cultivo local, também são preparados durante o festival.

Cerâmicas surpreendentes e ecoturismo

Quem vai a Cunha também pode conhecer as cerâmicas artísticas de alta temperatura, que devido ao forno Noborigama têm o charme da surpresa em cada objeto e fazer trilhas no Parque Nacional da Bocaina e no Parque da Serra do Mar.

Nos parques, a natureza atende a todos os gostos: mata nativa, cachoeiras, rios e animais em risco de extinção: “a mata é muito preservada, tanto que animais que estavam perto da extinção voltaram”, explica Kalckmann.

Cachoeira do Pimenta em Cunha (SP)

 

 Depois do Festival de Inverno, para o qual são esperadas 30 mil pessoas, Cunha sedia no mês de agosto o “Inverno Gospel” e o “2º Festival Gastronômico do Cordeiro Serrano”. Em outubro, é a vez da “Festa do Tropeiro”. Em janeiro, acontece o Festival de Verão de Cunha e está em planejamento o Encontro Nacional de Fuscas. Na cidade, também são comuns as cavalgadas da lua cheia.

Cunha, que fica a 218 km de São Paulo, também é conhecida pela grande concentração de fuscas na cidade, com 1.500 veículos que servem a população de 25 mil habitantes.

Programação

  • 31 de julho – sexta-feira

18h – 1ª Mostra de Vídeo de Cunha

“O Casamento das Fia da D.Tonha” (aprox.60 mim.)

Local: Espaço Cultural Elias José Abdalla

22h – Paulo Meyer (Jazz e Blues)

Local: Praça da Matriz

 

  • 1º de agosto – sábado

15h – Paulo Neto (voz e violão)

Local: Praça da Matriz

19h – Teatro Infantil “O Riacho dos Desejos” (Cunha)

Local: Espaço Cultural Elias José Abdalla

20h – Violinos de Cunha

Local: Igreja Matriz

23h – Banda 5ª Avenida (todos os ritmos)

Local: Praça da Matriz

 

  • 2 de agosto – domingo

15h – Seresteiros de Guaratinguetá

Local: Praça da Matriz

20h – Coral UNESP – Faculdade de Odontologia de São José dos Campos

Local: Igreja do Rosário

22h – Banda Fogo no Paiol (sertanejo)

Local: Praça da Matriz

 

  • 6 de agosto – quinta-feira

Cruzada Evangélica Cunha para Cristo

Pr. Sérgio Furtado, Pra. Simone Furtado

20h – Banda Primicia e Companhia de Dança

Local: Praça da Matriz

 

  • 7 de agosto – sexta – feira

20h -Banda Juname e o cantor Munhoz

Local: Praça da Matriz

 

  • 8 de agosto – sábado

20h – Cantora Alda Célia

Local: Praça da Matriz

 

Programação de Campos de Cunha

  • 1º de agosto – Sábado

20h – Coral da UNESP – Guaratinguetá

Local: Igreja Nossa Senhora dos Remédios

Programação completa no site oficial.