Você está aqui: Página Inicial / Copa 2018 / Emoção até o final: Copa é marcada por gols após os 40 do segundo tempo

rússia 2018

Emoção até o final: Copa é marcada por gols após os 40 do segundo tempo

De 25 gols feitos nos minutos finais, 16 foram anotados só após os 90 minutos. Relembre alguns deles
por Felipe Mascari, da RBA publicado 05/07/2018 09h56
De 25 gols feitos nos minutos finais, 16 foram anotados só após os 90 minutos. Relembre alguns deles
Lucas Figueiredo/CBF
Neymar Costa Rica

Aos 52 minutos, Neymar comemora segundo gol do Brasil contra a Costa Rica, ainda pela fase de grupos

São Paulo – Além da qualidade técnica presente em alguns jogos da Copa do Mundo da Rússia, gols marcados na reta final de alguma partidas vêm garantindo doses extras de emoção neste Mundial.  Da primeira rodada e até o fim das oitavas de final, 25 gols, de um total de 146, foram marcados após os 40 minutos do segundo tempo (17% do total). Destes, 16 foram anotados já nos acréscimos do segundo tempo.

Alguns destes tentos foram marcantes, inclusive para os brasileiros. Na vitória da Seleção contra a Costa Rica, por 2 a 0, na segunda partida pela fase de grupos, o primeiro gol saiu aos 46 minutos da etapa final, com Philippe Coutinho. Neymar, aos 52, marcou o segundo. O jogo tirou o peso das costas do time, que precisava da vitória para chegar à última rodada em situação mais confortável para se classificar.

Outro sul-americano que teve a mesma sensação foi a Argentina. Em duelo decisivo contra a Nigéria, na última rodada do grupo D, o time de Messi precisava – desesperadamente – de uma vitória para se classificar. Aos 41 minutos, após um cruzamento, o zagueiro Marco Rojo marcou o gol que levou o time ao mata-mata do Mundial.

A campeã de 2014, a Alemanha, viveu os dois lados da emoção de ter um gol marcado nos últimos instantes de jogo. O lado festivo foi causado pelo gol de Toni Kroos, de falta, aos 50 minutos do segundo tempo, contra a Suécia, resultado que deu aos alemães a esperança de classificação para as oitavas, depois de terem sido derrotados pelo México na primeira rodada.

Porém, na partida seguinte, o banho de água fria e a tristeza. Os tetracampeões do mundo precisavam de uma vitória simples contra a Coréia do Sul para seguirem na disputa. O jogo seguia empatado e sem gols e já desclassificava a "favorita" Alemanha, mas o desfecho foi ainda pior: aos 48 e aos 51 minutos do segundo tempo, os coreanos fizeram dois gols e despacharam a atual para casa, logo na primeira fase da competição.

Foi nos acréscimos também que a Arábia Saudita conquistou sua primeira vitória na história das Copas. Aos 50 minutos, contra o Egito, Salem Al-Dawsari fez 2 a 1 para os sauditas. 

Já na fase de oitavas de final, o grito de gol nos acréscimos foi ouvido em dois jogos. O primeiro, na partida entre Bélgica e Japão. Os asiáticos venciam por 2 a 0, mas cederam o empate. O último lance do jogo, aos 49 minutos, após um contra-ataque com cinco toques na bola, Chadli virou o jogo para os belgas: 3 a 2 e apito final.

O segundo foi nesta última terça-feira (3), com Colômbia e Inglaterra em campo. Com 48 minutos do segundo tempo, o "zagueiro artilheiro" Yerry Mina subiu mais que todos para marcar o gol de empate colombiano. O 1 a 1 levou o jogo para a prorrogação e pênaltis, mas os ingleses levaram a classificação.

Se a bola está entrando perto do apito final, o mesmo não aconteceu nas prorrogações. Nos três jogos que terminaram empatados (Espanha x RússiaCroácia x Dinamarca e Colômbia x Inglaterra) nenhum viu as redes balançarem e os vencedor foi decidido nos pênaltis.

Confira a lista de todos os gols que saíram após os 40 minutos da etapa final:

Gols nos acréscimos