Você está aqui: Página Inicial / Copa 2018 / Do inferno ao céu, Brasil fecha segunda rodada na liderança

resultado sofrido

Do inferno ao céu, Brasil fecha segunda rodada na liderança

Com vitória da Suíça sobre a Sérvia, na primeira virada da Copa, grupo "embolou". Só a Costa Rica não tem mais chances
por Redação RBA publicado 22/06/2018 18h05, última modificação 22/06/2018 18h20
Com vitória da Suíça sobre a Sérvia, na primeira virada da Copa, grupo "embolou". Só a Costa Rica não tem mais chances
ricardo stuckert
vigilia lula livre curte a copa.jpeg

Também na Vigília Lula Livre, em Curitiba, torcedores vibraram com a difícil vitória da seleção brasileira

São Paulo – Ao final da segunda rodada do Grupo E, o Brasil passou de uma situação que se desenhava como preocupante, no mínimo, para a liderança. Como a Suíça venceu a Sérvia (2 a 1, na primeira virada da Copa), a seleção foi beneficiada por causa do saldo de gols, um a mais. Embolado, o grupo só será definido na última rodada, quarta-feira (27). 

A passagem do inferno para o céu aconteceu nos acréscimos: até os 45 do segundo tempo do jogo contra a Costa Rica a seleção brasileira via questionada até mesmo sua classificação, com um segundo empate. Marcou dois gols nos seis minutos adicionais e jogou a pressão para o outro jogo do grupo. Agora, Brasil e Suíça estão com 4 pontos, mas o time verde-amarelo tem saldo de 2 gols, ante 1 dos europeus. A Sérvia está com três.

Sem ponto e sem gol marcado, a Costa Rica já está eliminada, depois da campanha surpreendente de 2014. Na Copa do Brasil, o time da América Central ficou em primeiro na fase de grupos, à frente de três campeões mundiais: Uruguai, Itália e Inglaterra. Só caiu nas quartas de final, diante da Holanda, e mesmo assim nos pênaltis.

Neste sábado (23), jogam os quatro times do Grupo F, que cruzará com o Brasil nas oitavas em caso de classificação. Às 12h (horário de Brasília), o México, surpresa da primeira rodada ao vencer a Alemanha, enfrenta a Coreia. E os atuais campeões mundiais tentam a reabilitação às 15h, contra a Suécia.

O dia começa com Bélgica x Tunísia, às 9h, pelo Grupo G. Na primeira rodada, os belgas passaram pelo Panamá (3 a 0), enquanto a seleção africana perdeu por 2 a 1 da Inglaterra.