Você está aqui: Página Inicial / Cidades / 2013 / 01 / 'Temos de assegurar que tragédias como essa jamais se repetirão', diz Dilma

'Temos de assegurar que tragédias como essa jamais se repetirão', diz Dilma

por Stênio Ribeiro e Wellton Máximo, da Agência Brasil publicado 28/01/2013 19h51, última modificação 28/01/2013 19h51

Brasília - Emocionada e com a voz embargada, a presidenta Dilma Rousseff pediu que os prefeitos de todo o país atuem para evitar a repetição de tragédias como o incêndio em Santa Maria (RS) . Na abertura do Encontro Nacional de Novos Prefeitos, hoje (28), em Brasília, Dilma conclamou os gestores de todas as esferas de Poder para assumirem a responsabilidade de fiscalizar locais públicos e de concentração de pessoas.

“Falo da dor para lembrar responsabilidade que todos nós, do Poder Executivo, temos com a população. Diante da tragédia, temos de assegurar que ela jamais se repetirá”, disse a presidenta ao abrir o encontro.

Antes de iniciar o discurso, Dilma pediu um minuto de silêncio em homenagem aos 231 mortos no incêndio na boate Kiss. Ela ressaltou que a pior consequência da tragédia foi ter impedido pessoas jovens de concluírem os estudos e desenvolver o potencial no mercado de trabalho.

“Eram jovens. Tinham sonhos. Podiam ser nossos futuros prefeitos e prefeitas, presidentes e presidentas, cientistas, agrônomos, psicólogos e juízes. Eles podiam ser os filhos e netos de cada um de nós”, disse Dilma.

A presidenta citou a visita que fez aos parentes das vítimas na tarde de ontem (27), ressaltando ter ficado emocionada com os relatos de pais que perderam os filhos na tragédia. “Eles (os mortos) infelizmente não tiveram oportunidade de cumprir o sonho de cada mãe. A dor que presenciei é indescritível”, disse a presidenta. Ela destacou que o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, não pôde comparecer ao encontro dos prefeitos. Segundo Dilma, o ministro permanecerá em Santa Maria até que sejam esclarecidas as circunstâncias do incêndio.