#ForaBolsonaroeMourão

Em defesa do SUS e contra Bolsonaro, ativistas realizam ato em Brasília

O objetivo de ativistas e militantes de partido de esquerda é chamar a atenção da população para os ataques promovidos por Bolsonaro

Divulgação
Ativistas tomaram plataformas do terminal rodoviáro para defender o sistema público de saúde

São Paulo – Ativistas e militantes do PT, PCdoB, PSOL, UP e PCO se reuniram em defesa do SUS e pelo Fora Bolsonaro na rodoviária de Brasília, nesta sexta-feira (13). Em ato que mais lembrava um cortejo fúnebre, os manifestantes chamaram atenção da população para o descaso do governo de Jair Bolsonaro com a saúde pública.

Com o tema #ForaBolsonaroeMourão e #EmdefesadoSUS, o protesto também alertou para a tentativa de Bolsonaro de privatizar o SUS. Em plena pandemia, com mais de 163 mil mortos pelo novo coronavírus no Brasil, o presidente chegou a encomendar um estudo sobre a privatização da atenção básica do Serviço Único de Saúde (SUS).

No final de outubro foi publicado decreto presidencial instituindo a Estratégia Federal de Desenvolvimento para o Brasil para o período de 2020 a 2031 e baseia-se fundamentalmente na visão neoliberal e privatista do governo Bolsonaro.

Tentativa de privatizar o SUS

O decreto trazia diretrizes econômicas, institucionais, de infraestrutura, ambiental e sociais – na qual estão eixos específicos sobre a saúde. Entre eles, “aprimorar a gestão do Sistema Único de Saúde (SUS), avançando na articulação entre os setores público e privado (complementar e suplementar)”. Ainda segundo o documento, esse avanço na articulação com o sistema privado de saúde, aperfeiçoaria o setor, “aumentando a eficiência e a equidade do gasto com adequação do financiamento às necessidades da população.”

Diante da ampla repercussão negativa em todos os setores e da forte pressão, Bolsonaro recuou e revogou o decreto dois dias depois.

Privatizar o SUS é um projeto antigo das empresas de planos de saúde. E com a eleição de Bolsonaro, que é favorável, o setor privado encontrou terreno fértil para atingir seus objetivos. Apesar do subfinanciamento histórico, o SUS garante atendimento de saúde para milhões e é o maior programa de saúde pública do mundo. O impacto da pandemia seria bem maior sem o sistema público.

Confira fotos do ato


Leia também


Últimas notícias